Tecnologia

Em Santa Catarina, médico leva Apple Vision Pro para ser usado em cirurgia ortopédica

O headset de realidade se tornou um aliado em um centro hospitalar de Jaraguá do Sul

Da Redação
Da Redação

Redação Exame

Publicado em 21 de abril de 2024 às 12h35.

Última atualização em 21 de abril de 2024 às 12h37.

O Apple Vision Pro, dispositivo de realidade mista que combina elementos de realidade virtual e aumentada, está sendo adotado por diversos setores, inclusive na medicina.

Recentemente, a tecnologia foi aplicada durante uma cirurgia de artroscopia de ombro no Hospital Jaraguá, localizado em Jaraguá do Sul, Santa Catarina. O procedimento foi conduzido pelo ortopedista Bruno Gobbato e sua equipe.

A operação visou reparar uma ruptura do manguito rotador, uma lesão comum nos tendões do ombro. Para auxiliar no procedimento, o Apple Vision Pro foi usado para exibir modelos 3D de referência e permitir o acesso a exames importantes, como ressonâncias magnéticas, através do aplicativo nativo Notas. Além disso, a funcionalidade de espelhamento de tela do dispositivo proporcionou uma visão ampliada e de alta resolução da área operada.

Veja o vídeo sob o ponto de vista do cirurgião:

Um dos grandes benefícios destacados pelo Dr. Gobbato foi a capacidade do headset de manejar o alto alcance dinâmico das imagens. Isso se mostrou crucial, pois as luzes cirúrgicas intensas geralmente interferem na qualidade da imagem em procedimentos tradicionais. No entanto, com o Apple Vision Pro, esses obstáculos foram significativamente minimizados, oferecendo uma visualização clara e detalhada do campo cirúrgico.

Além do uso deste dispositivo, o ortopedista também tem experiência com o HoloLens da Microsoft, outro headset de realidade aumentada, que já foi utilizado para realizar cirurgias com a presença virtual de médicos especializados, aumentando a segurança e a eficácia dos procedimentos.

Este caso no Brasil reforça o potencial transformador da tecnologia de realidade mista na medicina, promovendo não apenas avanços na precisão cirúrgica, mas também na qualidade do ensino e na colaboração médica à distância.

Acompanhe tudo sobre:AppleMedicina

Mais de Tecnologia

Criadores de conteúdo do TikTok entram na Justiça contra lei que força venda do app nos EUA

TikTok é a marca mais valiosa da China em 2024, diz relatório

Amazon anuncia saída do chefe da AWS, sua subsidiária em computação na nuvem

Boticário usa tecnologia adaptativa e cria base que combina com todas as peles

Mais na Exame