Em ´dia sem Globo´ emissora mantém audiência

Em nota, Rede Globo agradeceu telespectadores por optar pelo canal para ver o jogo entre Brasil e Portugal
Campanha convocou internautas a assistir à partida entre Brasil e Portugal por outro canal (.)
Campanha convocou internautas a assistir à partida entre Brasil e Portugal por outro canal (.)
C
Célio YanoPublicado em 25/06/2010 às 17:40.

São Paulo - A campanha que convocou internautas a evitar a assistir à partida entre Brasil e Portugal pela Rede Globo nesta sexta-feira (25) não parece ter surtido muito efeito. Dados preliminares apontam que a emissora registrou 44 pontos de audiência durante o jogo na Grande São Paulo, e 46 no Rio de Janeiro.

Para se ter uma ideia, os números da emissora na última partida do Brasil, contra a Costa do Marfim no último domingo (20), ficaram em 40,74 para São Paulo e 40,73 para o Rio de Janeiro. No jogo de estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo, contra a Coreia do Norte, os índices ficaram em 45,17 (SP) e 45,6 (RJ). A audiência da Globo na faixa de horário em um dia de semana normal, em média, é de 9 pontos.

Ainda assim, por conta da campanha ou não, a Band, única outra emissora aberta a transmitir os jogos no Brasil, teve hoje seu melhor índice de audiência em jogos do Brasil desta Copa do Mundo, chegando aos 13 pontos em São Paulo. Na mesma região, no confronto contra a Coreia do Norte, o canal havia ficado com 10,08 pontos, e no jogo contra a Costa do Marfim, 9,98. Os índices medidos no Rio de Janeiro mantiveram a mesma média dos últimos jogos na Band - foram 8 pontos hoje contra 7,87 no domingo e 7,97 no dia 15.

Os dados referentes ao jogo contra Portugal ainda são preliminares e, portanto, podem se alterar até a divulgação dos dados consolidados, que deve ocorrer na segunda-feira (28). Conforme o Ibope, os índices fechados podem ser diferentes por conta de falhas temporárias na transmissão dos medidores de audiência.

A campanha "dia sem Globo" foi lançada no início da semana após a polêmica entrevista de Dunga, na qual o técnico se desentendeu com um repórter da emissora. No mesmo dia, o jornalista Tadeu Schmidt leu uma nota, em tom editorial, na qual reprovava o comportamento do treinador. O boicote seria, portanto, uma espécie de "defesa" do técnico contra a Globo. A hashtag #diasemglobo apareceu entre os termos mais comentados no Twitter várias vezes durante os últimos dias.

O perfil @diasemglobo, criado para divulgar a campanha, recebeu diversas críticas hoje após o jogo. "Deixa eles com o Ibope. Todos confiam cegamente nisso. O dinheiro de campanhas é baseado nisso. Somos pessoas, isso que importa" foi uma das respostas do responsável pelo perfil. "Tem gente falando que queríamos derrubar a audiência da Globo, seria muita pretensão! Isso foi apenas um protesto!"

Procurada pela reportagem, a Rede Globo mostrou-se despreocupada com a campanha e agradeceu a audiência desta sexta-feira. "A opção de 'com ou sem' é diária. Na verdade, a cada minuto, o telespectador exerce livremente o seu direito de escolha. E manteve a sua preferência de estar com a Globo. Somos gratos por esse reconhecimento ao trabalho dos nossos profissionais", diz uma nota enviada pela Central Globo de Comunicação.

Leia outras notícias sobre o Twitter