Detectados 26 casos de câncer em crianças de Fukushima

Os últimos exames médicos detectaram 26 casos de crianças com câncer de tireoide na cidade de Fukushima

Os últimos exames médicos detectaram 26 casos de crianças com câncer de tireoide na cidade de Fukushima, embora seja cedo para saber se estão relacionados com a crise nuclear.

O comitê encarregado de realizar os testes regulares em Fukushima analisou desde outubro de 2011 até o momento cerca de 226 mil moradores na região, segundo informou nesta quinta-feira o jornal "Japan Times".

Além dos casos de câncer de tireoide já diagnosticados, outros 32 menores de idade da cidade apresentaram sintomas da doença.

O número é superior ao apresentado em agosto, quando o estudo detectou até 18 casos de crianças diagnosticadas com a doença e outros 25 suspeitos de padecê-la.

Um grupo de especialistas locais disse que é breve demais para assinalar que estes casos estão ligados à catástrofe nuclear, visto que o câncer papilar da tireoide se desenvolve com "grande lentidão".

O iodo radioativo tende a se acumular nas glândulas tireoides causando câncer e afeta especialmente crianças pequenas.

O número de crianças afetadas por câncer de tireoide entre os 10 e 14 anos em Fukushima é consideravelmente maior que o da média do país, embora estes dados não sejam facilmente comparáveis porque não foi feito nenhum estudo tão exaustivo em outras áreas do Japão.

Após o desastre de Chernobyl foram diagnosticados mais de 6.000 casos de crianças com câncer da tireoide, atribuído principalmente ao consumo de leite contaminado, de acordo com o Comitê Científico das Nações Unidas.

Fukushima ampliará o número de pessoas que participarão do próximo estudo, que será realizado em abril do ano que vem a fim de examinar a saúde das pessoas nascidas depois do tsunami do dia 11 de março de 2011.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também