Tecnologia

Desconhecido reivindica 84% do Facebook

Homem que diz ter trabalhado com o fundador do Facebook apresenta um contrato assinado em abril de 2003 e reivindica 84% da rede social on-line

Fundador do Facebook, Mark Zuckerberg: desconhecido reivindica 84% de todo o lucro obtido com a rede social desde abril de 2003 (Kimberly White/Getty Images)

Fundador do Facebook, Mark Zuckerberg: desconhecido reivindica 84% de todo o lucro obtido com a rede social desde abril de 2003 (Kimberly White/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 13 de julho de 2010 às 15h58.

Nova York - Um homem que diz ter trabalhado com o fundador do Facebook, Mark Zuckerberg, reivindica 84% da rede social on-line e apresenta um contrato assinado em abril de 2003, revelam documentos judiciais divulgados nesta segunda-feira na Internet.

Paul Ceglia, que vive no estado de Nova York, afirma que segundo o contrato assinado com Zuckerberg há mais de sete anos, quando o último ainda era estudante em Harvard, 84% do Facebook lhe pertence, assim como 84% de todo o lucro obtido com a rede social desde abril de 2003.

"Acreditamos que isto não tem fundamento e vamos lutar vigorosamente", declarou um porta-voz do Facebook.

A ação foi apresentada no dia de 30 de junho passado, a um tribunal local, mas passou à esfera da justiça federal a pedido do Facebook.

Leia outras notícias sobre o Facebook

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasEmpresas de internetempresas-de-tecnologiaFacebookInternetLucroRedes sociais

Mais de Tecnologia

NIO lança estação que realiza troca de bateria em apenas 3 minutos

Aeroportos registram queda no extravio de bagagens após implementação de novas tecnologias

Volta do presencial prejudica profissionais de tecnologia do Norte e Nordeste

IBM Consulting troca gerente geral para renovar foco em projetos de inteligência artificial

Mais na Exame