CVV se une ao Facebook para criar robô de prevenção ao suicídio

Facebook e Centro de Valorização da Vida desenvolvem ferramenta para auxiliar o sistema de prevenção do suicídio

São Paulo - Em ação conjunta com o Facebook, o Centro de Valorização da Vida (CVV) desenvolveu mais uma opção para indivíduos que estejam buscando ajuda: a partir agora, o serviço de mensagens instantâneas do Facebook, o Messenger, também servirá como um canal de comunicação para atendimentos e prevenção do suicídio.

Com tecnologia de inteligência artificial, agora o usuário que desejar saber mais sobre a questão da prevenção do suicídio ou requisitar atendimento, poderá utilizar o bot - robô virtual programado para conversar com indivíduos - do Messenger. A intenção é de que ele seja como uma espécie de sala de espera digital - o serviço foi chamado de "Sala de Espera do CVV". Quem precisa contatar o CVV consegue telefonar para qualquer um dos cerca de 3 mil voluntários, dispostos a dar apoio emergencial, ou do serviço virtual do CVV, que funciona tanto por chat como por e-mail ou ligação.

Elaine Macedo, porta-voz do CVV que também é voluntária, comentou em nota que o Centro realiza chamadas por telefone desde a sua criação, cerca de 57 anos atrás. “O CVV sempre buscou de forma contemporânea utilizar as novas tecnologias em equilíbrio com o atendimento humano que possibilite um encontro entre pessoas, para acolher de maneira eficiente aqueles que buscam por ajuda. Há 57 anos, quando o CVV foi fundado, o telefone era uma tecnologia para poucos, e já era um meio utilizado pela entidade”, disse Macedo.

Além de fornecer ajuda emergencial, o bot também responderá questões diretamente ligadas com o programa, portanto, será possível utilizar o serviço para tirar dúvidas referentes ao programa de voluntários e como realizar doações para o Centro. O usuário que for utilizar esse recurso poderá, também, realizar chamadas de voz sem custo adicional - já que são realizadas por meio da rede social - para o 188, um dos principais canais de ajuda do CVV.

Essa não é a primeira ferramenta que o Facebook desenvolve em apoio aos centros de prevenção de suicídio: em 2017, o Facebook Live disponibiliza informações sobre como ajudar um amigo que esteja passando por uma situação de risco, além de ter o contato do CVV para ligação rápida na plataforma.

Rodrigo Scotti, presidente da Nama - empresa de software que desenvolveu o bot para o Facebook - disse que a inteligência artificial pode ser bastante útil para facilitar o acesso a serviços como esse: "O chatbot se mostra especialmente eficaz em casos sensíveis como este, onde o certo distanciamento da interação com a máquina acaba sendo positivo, já que ajuda a quebrar uma eventual resistência da pessoa que sofre, facilitando o primeiro contato para falar de um assunto extremamente doloroso e que, infelizmente, muitas vezes ainda é visto como tabu, provocando constrangimento de tocar no assunto", comentou Scotti, em nota.

Mundialmente, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 800 mil pessoas cometem suicídio a cada ano - a última pesquisa relatou que o continente americano registrou um aumento de 6%, de 2018 para 2019, no índice de suicídios no território.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.