Conheça a história de Arturo, o urso polar mais triste do mundo

Em 2012, Arturo perdeu sua parceira Pelusa e entrou em depressão. Além disso, vive em condições insalubres para sua espécie

O urso polar da foto acima é o Arturo, um animal que nasceu nos Estados Unidos, mas que vive confinado em um zoológico em Mendoza, na Argentina, há duas décadas. A tristeza vista nesta e em outras imagens revela a situação em que o animal vive atualmente e que tem comovido diversos ativistas pelo mundo.

Em 2012, ele perdeu sua parceira Pelusa e entrou em depressão. Mas este não é o único problema. Arturo vive em condições insalubres para sua espécie e precisa suportar temperaturas muito quentes. Partes de seu pelo chegam a apresentar queimaduras provocadas pelo Sol. 

Diante da situação, protetores de animais do Canadá e do Greenpeace organizaram uma petição para conseguir retirá-lo dessas condições. O objetivo do grupo é mudar Arturo para um santuário no Canadá.

Além de uma página no Facebook, mais de 200 mil pessoas já assinaram o documento online do Greenpeace. Há também outra petição no Change.org com 250 mil assinaturas.

Segundo a petição do Greenpeace, o zoológico negou o pedido de transferência após a análise de um grupo de veterinários local. Os especialistas alegam que a viagem pode colocar a vida do urso em risco.

Mas o Greenpeace diz que os veterinários que avaliaram Arturo não são especialistas em ursos polares. A nota afirma que é essencial que o animal seja avaliado por um especialista da área para que a qualidade de vida de Arturo seja melhor, independente da mudança.

(Reprodução/Facebook)

A ONG afirma que somente um profissional da área pode fazer as recomendações necessárias para que a mudança de país seja feita. Caso não seja possível, o veterinário pode ainda listar as melhorias necessárias para o bem-estar do animal.

A petição do Greenpeace espera chegar ao governador de Mendoza, Francisco Paco Perez para pedir que ele permita que especialistas possam examinar Arturo. Já a do Change.org tem como meta alcançar Cristina Fernandez de Kirchner, presidente da Argentina.

(Reprodução/Instagram)

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 1,90

Nos três primeiros meses,
após este período: R$ 15,90

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.