Como a Samsung vai lucrar com cada iPhone X vendido pela Apple

Para a Samsung, o sucesso de sua maior rival é também seu próprio sucesso

São Paulo – O iPhone X, nova versão completamente remodelada do smartphone da Apple, é o grande produto da empresa para 2017.

Mas enquanto a Apple vender milhões de unidades do produto, sua grande rival no mercado de smartphones, a Samsung, vai lucrar junto.

Uma grande mudança técnica entre o iPhone X e o iPhone 8 (e todos os seus sucessores) é a tecnologia usada no display. O iPhone X virá com tela OLED, que promete mais nitidez, contraste e cores mais vivas.

A grande questão é que a principal produtora de telas OLED do mundo e fornecedora exclusiva da tecnologia para o iPhone X é, ninguém mais, ninguém menos do que a Samsung.

Uma análise promovida pela consultoria de mercado Counterpoint Technology Market Research para o Wall Street Journal estima que a Samsung ganhará cerca de 110 dólares por unidade do iPhone X vendida. O novo smartphone, vale lembrar, custará 999 dólares (o preço no brasil ainda não foi divulgado).

Esse número soma, além do pagamento pela tela, o preço do chip de armazenamento, que também é produzido pela empresa sul-coreana.

A consultoria estima que a Samsung ganhará 4 bilhões de dólares a mais com componentes vendidos à Apple do que fará com seus componentes usados no Galaxy S8, seu smartphone topo de linha lançado em 2017.

A consultoria Strategy Analytics estima que 95% dos lucros do mercado de smartphones vai para Apple e Samsung.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.