Celulares têm 18 vezes mais bactérias que descarga de banheiro

Conclusão é de organização de defesa de consumidores britânica, que analisou 30 aparelhos

São Paulo – Celulares podem abrigar até 18 vezes mais bactérias do que a alavanca da descarga de um banheiro masculino, diz uma pesquisa da organização de defesa de consumidores britânica Which. Em um estudo, foram analisados 30 aparelhos, dos quais sete apresentaram níveis alarmantes ou altos de presença de bactérias.

De acordo com o Daily Mail, os níveis de presença de microorganismos, incluindo coliformes fecais, são suficientes para provocar no usuário “uma dor de estômago grave”. Segundo o Which, as descobertas sugerem que milhões de celulares no Reino Unido têm bactérias em níveis que excedem o que é considerado aceitável.

Embora não seja imediatamente nociva, a presença dos microorganismos mostra a falta de higiene que pode levar à formação de um terreno fértil para a proliferação de bactérias mais graves. Especialista em higiene, Jim Francis disse que “os níveis de bactérias potencialmente prejudiciais sobre um telefone móvel estavam fora da escala”. “Aquele aparelho precisa ser esterilizado”, afirmou.

Os testes mostraram ainda a facilidade que as bactérias têm de se estabelecer na superfície de um celular e de serem transferidas para outras pessoas quando os aparelhos são emprestados entre usuários. A entidade ressaltou que os telefones podem ser esterilizados com algodão embebido em álcool.

Leia outras notícias sobre celulares

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.