Acompanhe:

Bangladesh restabelece acesso ao site Facebook

A decisão ocorre dias depois da restauração do acesso à web pelo Paquistão, que bloqueou o portal devido a um concurso de desenhos de Maomé

Modo escuro

Continua após a publicidade
Facebook concordou em remover imagens e conteúdo considerados inadequados. (.)

Facebook concordou em remover imagens e conteúdo considerados inadequados. (.)

D
Da Redação

Publicado em 7 de junho de 2010 às, 10h00.

Daca - Bangladesh restabeleceu, este domingo, o acesso à rede social na internet Facebook, uma semana depois de tê-la bloqueado devido à publicação de caricaturas do profeta Maomé e de imagens consideradas ofensivas para os dirigentes deste país de maioria muçulmana.

A Comissão de Regulamentação das Telecomunicações de Bangladesh (BTRC) ordenou aos operadores da internet que restabeleçam o acesso à rede social, depois que o Facebook aceitou retirar as imagens e os conteúdos julgados inadequados.

A decisão ocorre dias depois da restauração do acesso à rede mundial pelo Paquistão, que bloqueou o portal durante dez dias devido a um concurso de desenhos de Maomé, que considerou blasfêmia.

O Facebook concordou em remover imagens e conteúdo considerados inadequados.

Leia mais notícias sobre Facebook

Últimas Notícias

Ver mais
Boa Safra lança oferta de até R$ 400 milhões para financiar crescimento
Exame IN

Boa Safra lança oferta de até R$ 400 milhões para financiar crescimento

Há um dia

Nada de Google: geração Z faz buscas no TikTok e no YouTube
Tecnologia

Nada de Google: geração Z faz buscas no TikTok e no YouTube

Há um dia

O plano de 100 dias da Sabesp para o pós-privatização
Exame IN

O plano de 100 dias da Sabesp para o pós-privatização

Há 2 dias

E se o X acabar? Veja 4 alternativas ao antigo Twitter
Tecnologia

E se o X acabar? Veja 4 alternativas ao antigo Twitter

Há 2 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais