Tecnologia

Apple supera RIM e é a quarta maior fabricante de celulares no mundo

Segundo pesquisa do Gartner, empresa de Steve Jobs está atrás apenas de Nokia e LG no mercado de telefones móveis

Apple vendeu mais celulares que RIM no 3º trimestre de 2010 (Alex Wong/Getty Images)

Apple vendeu mais celulares que RIM no 3º trimestre de 2010 (Alex Wong/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de novembro de 2010 às 13h54.

São Paulo – A Apple ultrapassou a Research in Motion (RIM) e já é a quarta maior fabricante de celulares do mundo, não só no segmento de smartphones, mas em todos os tipos de telefones móveis.

Segundo pesquisa do Gartner, nada mudou entre os três principais fabricantes mundiais de dispositivos móveis nos resultados do terceiro trimestre deste ano. A Nokia segue na liderança, com 28,2% do mercado. Na sequência aparecem Samsung, com fatia de 17,2%, e LG, com 6,6%.

A Apple, agora é quarta maior em vendas de celulares, chegou a 3,2% do mercado, no período entre julho e setembro.

Segundo a consultoria, as vendas mundiais de telefones celulares para usuários finais totalizaram 417 milhões de unidades no terceiro trimestre de 2010, o que representa um aumento de 35% em relação a um ano antes.

Ainda de acordo com o levantamento, as vendas de smartphones cresceram 96% em relação ao resultado obtido entre julho e setembro do ano passado. Este tipo de celular representou neste 3º trimestre 19,3% do total de aparelhos vendidos.

Conforme o Gartner, o terceiro trimestre de 2010 é recordista de vendas de smartphones, com mais de 81 milhões de dispositivos comercializados.

A plataforma Android foi responsável por 25,5% do faturamento no mercado de celulares inteligentes em todo o mundo, alcançando o segundo posto, atrás apenas do sistema Symbian, da Nokia, ainda líder, com 36,6%. O iOS, da Apple, caiu para a terceira posição, com fatia de 16,7%, seguido pela RIM, com 14,8%.

Acompanhe tudo sobre:AppleBlackBerryCelularesEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaIndústria eletroeletrônicaSmartphonesTecnologia da informação

Mais de Tecnologia

TikTok passa a testar vídeos de 60 minutos e acirra disputa com YouTube

Como tirar o online do WhatsApp no Android? Confira o tutorial no app

Como escanear documentos no seu smartphone sem instalar nada

Como descobrir uma fonte a partir da imagem pela internet

Mais na Exame