Tecnologia

Apple mira tela de bloqueio inteligente para iPhones com iOS 17

As informações serão exibidas quando um iPhone estiver bloqueado e posicionado horizontalmente

A nova interface do iPhone será semelhante à introduzida pelo sistema operacional Android de forma mais básica em 2019 (Jaap Arriens/Getty Images)

A nova interface do iPhone será semelhante à introduzida pelo sistema operacional Android de forma mais básica em 2019 (Jaap Arriens/Getty Images)

Bloomberg
Bloomberg

Agência de notícias

Publicado em 25 de maio de 2023 às 13h08.

A Apple planeja uma nova interface para iPhones que mostra informações como compromissos de calendário, previsão do tempo e notificações no estilo de uma tela de casa inteligente, parte de uma série de novos recursos disponíveis em sua atualização de software iOS 17.

As informações serão exibidas quando um iPhone estiver bloqueado e posicionado horizontalmente, operando de forma semelhante aos monitores oferecidos pelo Google, controlado pela Alphabet, e pela Amazon.com, segundo pessoas com conhecimento do projeto. A ideia é tornar os iPhones mais úteis quando estão, por exemplo, sobre a escrivaninha ou criado-mudo.

A mudança faz parte de uma estratégia para incorporar informações em tempo real em mais partes do software da empresa — uma abordagem que também inclui a interface do Apple Watch. A nova tela é uma das várias mudanças planejadas para o iOS 17, com codinome “Dawn”, que será lançado aos consumidores no final de 2023. A Apple planeja revelar o software juntamente com seu aparelho de realidade mista na Conferência Mundial de Desenvolvedores, em 5 de junho.

Uma porta-voz da Apple não quis comentar sobre os planos para o iOS 17.

A nova interface do iPhone será semelhante à introduzida pelo sistema operacional Android de forma mais básica em 2019. A Amazon também oferece há muito tempo essa opção em seus tablets, permitindo que entrem em um modo que lembra a interface dos dispositivos de casa inteligente da linha Echo Show.

Como será esse recurso?

O recurso da Apple vai usar um fundo escuro com texto claro para facilitar a leitura, segundo as pessoas, que pediram para não serem identificadas. E será baseado no lançamento dos widgets da tela de bloqueio da empresa no ano passado como parte do iOS 16, que permite aos usuários ver pequenos trechos de informações verticalmente — como cotações de ações, notícias e temperatura — abaixo da hora na tela.

A empresa com sede em Cupertino, Califórnia, também trabalha em uma nova interface horizontal para o iPad, mas tem demorado mais para implementar grandes mudanças nesse dispositivo. A nova tela de bloqueio do iPhone da versão iOS 16 ainda não está disponível em iPads, e os widgets da tela inicial lançados no iOS 14 não foram instalados no tablet até o iPadOS 15.

A Apple estuda outras maneiras de transformar seus aparelhos em monitores domésticos inteligentes. Isso inclui o desenvolvimento de um tablet de baixo custo que pode ser fixado magneticamente a paredes e suportes, embora o ritmo do projeto também seja lento. Esse dispositivo pode servir como entrada da Apple no segmento de telas de casa inteligente. Foi projetado para controlar termostatos e luzes, por exemplo, mostrar vídeo e também ser usado em chats do FaceTime.

Como parte do iOS 17, a Apple também planeja mudanças significativas no aplicativo Wallet do iPhone, com melhorias em seus serviços de localização. Vai contar ainda com um novo aplicativo de diário desenvolvido para incluir anotações e um elemento social mais forte ao dispositivo.

Também há mudanças no segmento de saúde, com novos recursos para registrar o humor dos usuários e lidar com problemas de visão. E a Apple planeja trazer o aplicativo Health para o iPad.

A empresa desenvolve ainda atualizações para o SharePlay, seu recurso que permite a usuários usar o FaceTime enquanto colaboram em aplicativos, bem como o AirPlay, que transmite conteúdo de dispositivos Apple para TVs e alto-falantes. A empresa conversou com hotéis e outros locais que oferecem TVs e alto-falantes, com o objetivo de facilitar a transmissão de vídeo e áudio por usuários para dispositivos que não são seus.

Acompanhe tudo sobre:AppleiPhone

Mais de Tecnologia

Serviços sofrem com assinante "nômade" de streaming

No balanço do Spotify, o ritmo é de crescimento de usuários e assinantes premium

Amazon encerra primeira operação drones de entregas, mas promete o serviço para novos locais nos EUA

Norte-coreanos estão secretamente trabalhando em desenhos lançados em streamings

Mais na Exame