Tecnologia

Amazon bate US$ 143,3 bilhões em receita e ações sobem 4,74%

Lucro líquido da empresa registrou US$ 10,43 bilhões

Adam Selipsky: CEO da Amazon (Noah Berger/Getty Images)

Adam Selipsky: CEO da Amazon (Noah Berger/Getty Images)

André Lopes
André Lopes

Repórter

Publicado em 30 de abril de 2024 às 17h12.

Última atualização em 30 de abril de 2024 às 17h39.

As ações da Amazon apresentaram valorização superior a 4,74% após o fechamento do mercado nesta terça-feira, 30, impulsionadas pelos resultados financeiros do último trimestre que superaram as expectativas de analistas. O relatório destacou a receita do gigante do e-commerce que alcançou US$ 143,3 bilhões, superando as estimativas que apontavam para US$ 142,5 bilhões.

Com o valor, o lucro por ação foi de 98 centavos, frente à previsão de 83 centavos feita pelo London Stock Exchange Group (LSEG).

Este resultado positivo reflete não apenas a solidez do núcleo de varejo da empresa, mas também que as medidas de austeridade, como demissões, refletiram positivamente no balanço.

Dentre os segmentos mais observados pelo mercado, o Amazon Web Services (AWS) registrou receita de US$ 25 bilhões, ultrapassando as expectativas de US$ 24,5 bilhões.

Além disso, a divisão de publicidade da empresa também mostrou números robustos, com receitas de US$ 11,8 bilhões, ligeiramente acima dos US$ 11,7 bilhões projetados.

Acompanhe tudo sobre:BalançosAmazon

Mais de Tecnologia

Novidade no antigo Twitter: Elon Musk oculta curtidas no X

Muito além da IA: 10 novidades para esperar no seu iPhone e iPad

Brasil será primeiro país a receber recurso antirroubo do Google para android

Musk critica aliança Apple-OpenAI e ameaça barrar iPhone em suas empresas

Mais na Exame