Tecnologia

AERIAL7 Tank Soldier

Avaliação de Airton Lopes / Com design inspirado no estilo Street wear dos skatistas e uma estrutura articulada para DJs aproveitarem o movimento das conchas, este fone tem um som bom, mas que não empolga. O detalhamento agrada, porém, a profundidade dos graves fica aquém do esperado em um modelo com faixa de resposta de frequência […]

DR

Da Redação

Publicado em 15 de abril de 2013 às 16h30.

logo-infolab

Avaliação de Airton Lopes / Com design inspirado no estilo Street wear dos skatistas e uma estrutura articulada para DJs aproveitarem o movimento das conchas, este fone tem um som bom, mas que não empolga. O detalhamento agrada, porém, a profundidade dos graves fica aquém do esperado em um modelo com faixa de resposta de frequência inciada em 5 Hz. Nos testes do INFOlab, a definição de agudos surpreendeu. O volume é bom, mas não existe controle no fone.

Avaliação de Lucas Massao / Com vários estilos e cores, o AERIAL7 Tank Soldier tem design over-the-ear e conchas móveis.

Som

A qualidade de som não impressiona quanto a do ST800, mas também não desaponta. O nível de detalhamento é bom assim como o volume máximo. Os graves estão presentes, mas não correspondem aos 5hz da faixa de frequência, nesse quesito os agudos acabam se destacando com maior força.

O isolamento acústico funciona de maneira satisfatória e se deve ao fato de as conchas pressionarem bem as orelhas, mas não é algo excepcional.

Conexões e usabilidade

O tamanho do cabo P2 por si só não impressiona. Mas os 16,5 cm podem ser estendidos utilizando dois tipos de cabo que acompanham o fone. Um extensor P2-P2 de 1,25 m e um cabo P2-P2 com um adaptador P10. A diferença no segundo cabo é que ele tem formato em espiral, o que dá um ganho de alguns centímetros. O adaptador P10 também pode ser utilizado para conectar o fone a instrumentos musicais e pickups de DJ.

Os diferenciais durante a utilização são a flexibilidade e a mobilidade dos fones. Eles giram em 180º no eixo horizontal, 90º no eixo vertical e 170º em relação a haste. Algo que não pode ser customizado e realmente incomoda é o tamanho dos fones. Eles são relativamente pequenos e pessoas com orelhas um pouco maiores podem ter sua experiência de uso prejudicada.

Por sinal, o estilo do fone merece destaque. Revestido em uma combinação de couro sintético e plástico, o modelo testado pelo INFOlab agrada quem usa o estilo Street. Mas não se preocupe, 9 estilos diferentes estão disponíveis para chamar a atenção de diversos tipos de público.

Considerações finais

Por um preço consideravelmente alto, o Tank Soldier chama a atenção pelo visual e não chega a desapontar na qualidade do som. Mas não é comparável a qualidade de sons de outros fones na mesma faixa de preço.

Ficha técnica

FormatoConcha (over-the-ear)
Conexão P2 (com adaptador P10)
Cabo16,5 cm (fixo) 1,25 m (extensor P2-P2)
Sensibilidade108 dB/mW
Resposta de frequência5-20.000 Hz
Peso299 g

Avaliação técnica

PrósEstrutura articulada para girar as conchas em 180°,vem com um cabo com microfone e um em espiral com adaptador P10, funciona como headset
ContrasNão tem controle de volume,pressão exercida pela haste incomoda um pouco
ConclusãoApesar da mobilidade das conchas, o fone apresentou som bom mas sem uma presença forte de graves ou agudos. O preço, aliado com a falta de potência, dificultam a compra para quem procura uma qualidade de som mais refinada.
Áudio7,7
Redução de ruído e isolamento7,2
Conexão8,3
Design8,2
Média7.8
PreçoR$ 489
Acompanhe tudo sobre:Dispositivos de SomFones de Ouvido

Mais de Tecnologia

Elon Musk confirma terceiro filho com funcionária da Neuralink Shivon Zilis

Na era do vício digital, a abstinência e a liberdade de 24 horas sem WhatsApp

Agora todos poderão ver o que você comenta em um story do Instagram; saiba como

Boeing Starliner tem retorno à Terra adiado pela segunda vez

Mais na Exame