Pop

Quem foi Nadir Figueiredo, o pai do copo americano

Na semana do aniversário de 74 anos do icônico objeto, saiba quem foi o fundador da marca, dona de outras empresas igualmente populares, como Marinex e Duralex

Idealizado no Brasil, o copo americano curiosamente só se tornou de fato “americano”, ou melhor, norte-americano, em 2019 (Divulgação/Divulgação)

Idealizado no Brasil, o copo americano curiosamente só se tornou de fato “americano”, ou melhor, norte-americano, em 2019 (Divulgação/Divulgação)

DR

Da Redação

Publicado em 17 de outubro de 2021 às 13h30.

Última atualização em 18 de outubro de 2021 às 14h41.

Da mesa de bar ao cafezinho, poucas companhias são tão versáteis quanto o copo americano. Criado em 1947 pela maior produtora de vidro do Brasil, a Nadir Figueiredo, já teve mais de 6 bilhões de unidades fabricadas desde então. Em 20 de outubro, este ícone da cultura brasileira deve completar 74 anos e, às vésperas do aniversário do objeto tão comum, fica a dúvida: afinal, quem foi Nadir Figueiredo? E de onde veio a ideia para criar o copo?

Começando pelo início, Nadir Dias de Figueiredo nasceu em Minas Gerais em 1891 e, em 1913 começou a investir na produção de artigos dedicados à iluminação e em aparelhos elétricos. Essa empreitada foi conduzida por ele e pelo irmão, Morvan Dias de Figueiredo.

Depois de algumas mudanças no objetivo central da empresa -- que passou até mesmo a produzir munições em 1932 -- em 1935 a Nadir Figueiredo passa a focar na produção de vidro, com a aquisição da primeira fábrica manual no bairro do Belém. E, é claro, em 1947 é criado o design do copo americano. 

Para além da fábrica em si, o fundador da marca foi também um dos idealizadores da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), junto a Roberto Simonsen. Além disso, foi um dos responsáveis por projetar a estrutura do complexo FIESP/CIESP/SESI/SENAI. Também foi, é claro, um dos principais líderes da indústria do Brasil até à sua morte. 

Por causa de sua atuação de destaque e pioneirismo no ramo, uma avenida do bairro Vila Maria, em São Paulo, recebeu o nome de Nadir Figueiredo em 2018. Além disso, a faculdade Senai São Paulo, campus de Osasco, também tem o nome do empresário.

E o copo americano?

Idealizado no Brasil, o copo americano curiosamente só se tornou de fato “americano”, ou melhor, norte-americano, em 2019. Há três anos, a H.I.G Capital, empresa de investimentos em ativos alternativos, adquiriu o controle da empresa Nadir Figueiredo -- encerrando um ciclo de 107 anos de existência da empresa puramente brasileira.

Mas, nem por isso o objeto ficou menos popular no Brasil: continua sendo a vidraria mais comum do país, com mais de 6 bilhões de unidades vendidas da criação do objeto até 2010. 

A origem do design do icônico objeto, segundo informações publicadas recentemente, estaria muito mais próxima da União Soviética do que dos Estados Unidos. Isso porque, o copo que foi lançado em 1947 no Brasil é extremamente semelhante a um objeto criado em 1943 por Vera Mukhina, escultora soviética. 

Acompanhe tudo sobre:Empresas

Mais de Pop

Após serviço militar, qual o futuro do cantor do BTS?

O que é dorama? Conheça 10 produções para assistir online

Herdeira 'deserdada': Paris Hilton usou sobrenome e 'mergulhou' na fama ao construir próprio império

Dia de Santo Antônio é feriado? Saiba quem foi o frade católico e porque é comemorado hoje

Mais na Exame