Pop

Após serviço militar, qual o futuro do cantor do BTS?

Jin, membro mais velho do grupo sul-coreano, é recebido com festa por fãs e promete abraços em evento especial

Jin, do BTS, terminou serviço obrigatório militar e retorno do grupo se aproxima. (Han Myung-Gu/Getty Images)

Jin, do BTS, terminou serviço obrigatório militar e retorno do grupo se aproxima. (Han Myung-Gu/Getty Images)

Fernando Olivieri
Fernando Olivieri

Redator na Exame

Publicado em 13 de junho de 2024 às 10h14.

Última atualização em 13 de junho de 2024 às 15h34.

Jin, 31 anos, o membro mais velho do grupo de k-pop BTS, concluiu nesta quarta-feira, 13, seu serviço militar obrigatório na Coreia do Sul, após 18 meses servindo no exército. O cantor deixou a base militar em Yeoncheon, no norte do país, sob aplausos e saudações de seus colegas. As informações são do The Washigton Post.

Ao sair da base, Jin foi recebido por uma multidão de fãs e alguns dos outros membros do BTS, incluindo RM, que tocou o hit "Dynamite" no saxofone. Em uma transmissão ao vivo para fãs, Jin se emocionou e disse que se sentia "estranho" em voltar a aparecer em uma câmera após tanto tempo.

A conclusão do serviço militar de Jin marca um momento importante na carreira do BTS e na vida do cantor. Com todos os membros do grupo se aproximando da desmobilização, o caminho se abre para o retorno do BTS às atividades musicais em grupo. O grupo, que anunciou uma pausa em junho de 2022 para que seus membros pudessem se concentrar em projetos solo, é um dos maiores fenômenos musicais da atualidade, com milhões de fãs em todo o mundo.

Celebração

Fãs do BTS, conhecidos como ARMY, celebraram a conclusão do serviço militar de Jin nas redes sociais com a hashtag #WelcomeBackJin. Muitos expressaram sua felicidade por ter o cantor de volta e elogiaram sua dedicação ao país. A expectativa agora é pelo retorno do grupo às atividades em grupo, com novos projetos musicais e apresentações ao vivo.

Na quinta-feira (14), Jin participará de um evento especial para fãs em Seul, onde distribuirá abraços gratuitos para 1.000 pessoas. O evento, que será realizado em um local ainda não divulgado, é uma forma de Jin agradecer o apoio dos fãs durante seu tempo no serviço militar.

Serviço militar obrigatório

Na Coreia do Sul, todos os homens aptos entre 18 e 28 anos são obrigados a servir nas forças armadas. O tempo de serviço varia conforme a força armada: 18 meses no Exército e na Marinha, 20 meses na Marinha e 21 meses na Força Aérea.

A decisão do BTS de cumprir o serviço militar obrigatório gerou um debate social na Coreia do Sul sobre se as estrelas pop deveriam ser dispensadas do serviço militar por causa de suas realizações artísticas. Alguns argumentam que o serviço militar é importante para todos os cidadãos aptos, enquanto outros defendem que artistas como o BTS, que contribuem para a economia e cultura do país, deveriam ter a opção de cumprir o serviço de outras formas.

Acompanhe tudo sobre:Coreia do Sul

Mais de Pop

The Weekend anuncia show em São Paulo; veja data e como comprar ingressos

Emmy 2024: veja a lista de séries e artistas indicados ao vivo

'Os Outros': 2ª temporada de série de suspense ganha data de estreia; saiba mais

Núcleo da Terra está desacelerando e pode girar ao contrário; entenda como isso afeta o planeta

Mais na Exame