Saiba quando é a hora de fechar as portas do seu negócio

Tomar a decisão de fechar um negócio inviável o quanto antes é uma medida que economiza muito dinheiro e dor de cabeça. Veja como decidir:

Tomar a decisão de fechar as portas de um negócio não é fácil, principalmente quando quem decide é o próprio empreendedor. Entretanto, tomar a decisão de fechar um negócio inviável o quanto antes é uma medida que economiza muito dinheiro e dor de cabeça. Caso a sua resposta seja “sim” para todas as perguntas abaixo, talvez essa deva ser a sua melhor opção.

O resultado da operação é negativo?

Quando o negócio é deficitário, a primeira ação a fazer é identificar se a falta de caixa vem de uma operação negativa ou de gastos com pagamentos de juros e outras dívidas. Se a resposta é a segunda opção, o aporte de capital ou a renegociação de dívidas pode tornar o negócio viável novamente. No caso do prejuízo ser realmente operacional, avance para a próxima pergunta.

O seu setor está obsoleto ou sob ataque?

Por conta da rápida evolução da tecnologia e dos negócios, alguns negócios praticamente desapareceram nos últimos anos, como locadoras de filmes e GPS para carros. E outros estão sob forte ataque, seja por produtos substitutos (taxi x Uber; varejo físico x online) ou até mesmo por conta de uma concorrência impossível de ser combatida, seja por conta de seu tamanho ou de práticas desleais, como sonegação ou corrupção. Se esse não for o caso, talvez seja possível preparar um plano de combate. Se sim, siga para a próxima pergunta.

A empresa está paralisada demais para ser reinventada?

Em muitos casos, a mudança em recursos e processos da empresa pode dar um novo fôlego para o negócio. Aqui, as alternativas vão desde os óbvios esforços de redução de custos desnecessários, passando por melhorias operacionais, iniciativas de crescimento de vendas até chegar a desenvolvimento de novos produtos e inovações. Entretanto, se o momento de paralisia da empresa é grande demais, seja por falta de recursos financeiros, competências ou motivação dos envolvidos, talvez seja a hora, de fato, de fazer a pergunta seguinte.

A venda da empresa tornou-se inviável?

As respostas afirmativas para as três perguntas acima levariam a alternativa de venda da empresa, seus ativos ou até mesmo do ponto comercial. Caso nenhuma dessas alternativas seja viável, talvez tenha realmente chegado o momento de fechar as portas do seu negócio.

David Kallás é professor de estratégia do Insper.

Envie suas dúvidas sobre primeiro negócio para pme-exame@abril.com.br.

 

 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.