Acompanhe:

Indústrias mineiras atraem compradores internacionais

Fabricação de bolsas e calçados de Minas Gerais já vai para o mercado externo

Modo escuro

Continua após a publicidade
EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

R
Ricardo Guimarães, da Agência Sebrae de Notícias

Publicado em 10 de outubro de 2010 às, 03h34.

Belo Horizonte - As novidades da coleção Primavera Verão 2011 de indústrias mineiras de bolsas e calçados serão apresentadas na Francal 2010. A feira recebe maior número de compradores do setor no Brasil. O evento é realizado em São Paulo, de 5 a 8 de julho, em uma área de 82 mil m² no Parque de Exposições do Anhembi.

O polo da região metropolitana de Belo Horizonte será representado por 25 marcas no espaço Minas Collection. Produtos sofisticados, voltados principalmente para o público feminino, são as atrações do estande coletivo, que terá área superior a 1000 m².

A marca Júnia Gomes, que já participou de outras edições da Francal, levará estampas exclusivas, feitas a partir de madeiras antigas e azulejos hidráulicos. "Os detalhes das peças são desenvolvidos com o mesmo rigor das bijuterias finas, resultando em enfeites lindos e versáteis", afirma a empresária Júnia Gomes.

A organização do evento prevê público superior a 60 mil pessoas. Entre eles, compradores de mais de 100 países. A previsão otimista de público anima os diretores da Gruller, indústria de Contagem, especializada em calçados femininos.

Os irmãos Renan e Leonardo Castro exportaram três mil pares para Portugal em fevereiro. O contato com os portugueses surgiu na última edição da Francal. "Nossa marca existe há 10 anos. Essa foi a primeira exportação da Gruller. Aprendemos nas capacitações do Sebrae que a pequena indústria tem condições de exportar. Vamos levar 200 peças diferentes e esperamos vender 15 mil pares na Francal", projeta o diretor Leonardo Castro.

O polo de Nova Serrana, maior produtor de calçados esportivos do Brasil, participa do projeto do Sebrae Minas para reforço da competitividade desde 2008. As empresas buscam novos mercados e apostam na diversificação de produtos para atrair compradores.

O presidente do Sindicato Intermunicipal da Indústria do Calçado de Nova Serrana (Sindinova), Ramon Amaral, afirma que as indústrias da região, Perdigão, Araújos, Divinópolis e Bom Despacho também estão se especializando na produção de calçados femininos. "Queremos mostrar que o polo de Nova Serrana está se modernizando para atender os desejos dos clientes". Nova Serrana será representada por 60 empresas, que estarão em estandes coletivos e individuais.

Últimas Notícias

Ver mais
Estilista italiano Roberto Cavalli morre aos 83 anos
Casual

Estilista italiano Roberto Cavalli morre aos 83 anos

Há 4 horas

Lula afirma que o Brasil voltará a vender 3,8 milhões de carros por ano
Economia

Lula afirma que o Brasil voltará a vender 3,8 milhões de carros por ano

Há 5 horas

Speedo apresenta roupa tecnológica que repele mosquito da dengue
Casual

Speedo apresenta roupa tecnológica que repele mosquito da dengue

Há um dia

Faturamento real da indústria cresce 2,4% em fevereiro ante janeiro, mostra CNI
Economia

Faturamento real da indústria cresce 2,4% em fevereiro ante janeiro, mostra CNI

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais