As 3 competências que toda mulher empreendedora deve ter

Para quem irá abrir um negócio, começar pelo autoconhecimento é o ponto chave inicial, e algumas habilidades podem ajudar nessa missão
Empreendedorismo feminino: as três competências para toda mulher que deseja abrir um negócio (Klaus Vedfelt/Getty Images)
Empreendedorismo feminino: as três competências para toda mulher que deseja abrir um negócio (Klaus Vedfelt/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 29/06/2021 às 15:01.

Por Célia Kano, diretora da Rede Mulher Empreendedora

Em 2020, durante a primeira onda da pandemia de covid-19, a pesquisa “Empreendedoras e seus negócios” promovida pelo Instituto Rede Mulher Empreendedora mapeou o engajamento de empreendedores com capacitações e descobriu que quase 70% das mulheres entrevistadas já tinham buscado algum curso, contra 53% dos homens.

  • Jornada da Super Mulher: O despertar do seu poder interior para uma vida pessoal e profissional verdadeiramente abundante!

Esse grande interesse das mulheres faz emergir à superfície a discussão se estão sendo assertivas nas suas jornadas de desenvolvimento. Se antes já existiam muitas oportunidades de cursos, a pandemia e a expansão dos cursos online pressionam para que as empreendedoras definam melhor o que querem desenvolver antes de escolherem um bom curso em meio a tantas oportunidades.

Por isso, pela experiência em programas de apoio às mulheres empreendedoras, listei abaixo cursos e dicas práticas sobre como se desenvolver, considerando os três pilares das capacitações da Rede Mulher Empreendedora:

1- Habilidades socioemocionais: autoconhecimento, liderança e fortaleça seu marketing pessoal

A jornada de quem possui um negócio trará desafios diários que testarão sua motivação. É necessário entender o que você gosta de fazer e o que você faz bem. A sua capacidade de liderança não depende da existência de uma equipe de funcionários, mas sim da atitude empreendedora que você terá frente aos desafios. Por fim, saber se apresentar e se vender como pessoa, com suas habilidades pessoais e profissionais, é essencial principalmente se o seu negócio é um serviço. Dicas práticas:

  • Busque cursos de autoconhecimento e liderança feminina
  • Explore novos hobbies para entender o que você gosta e faz bem
  • Experimente ter novas experiências culturais e sociais
  • Terapia é um caminho também para o autoconhecimento

2- Competências técnicas: gestão, finanças, vendas e marketing

Entenda sobre o modelo de negócio por trás do seu produto ou serviço. Uma planilha financeira pode assustar à primeira vista, contudo, a saúde financeira do seu negócio dependerá do quanto você conhece os números do seu negócio e das tomadas de decisão que assumir. Dicas práticas:

  • Estude os aspectos jurídicos, contábeis e financeiros do seu negócio
  • Busque mentores que antecipem lições aprendidas dos seus negócios
  • Faça cursos para se aprofundar em competências técnicas do negócio
  • Mantenha-se atualizada com notícias do mercado e seus competidores

3- Redes de contato: participe de redes colaborativas

Ter uma rede de contatos forte será útil para contratações de funcionários, busca de parceiros, pesquisa de mercado, troca de experiências e acolhimento em momentos difíceis da sua jornada empreendedora. Dicas práticas:

  • Entenda o que você precisa e o que pode oferecer em uma rede colaborativa
  • Participe de grupos de apoio ao negócio nas redes sociais (como o grupo “Empreendedoras” do Facebook com 100 mil mulheres empreendedoras)
  • Vá a eventos setoriais ou participe de associações locais e de negócios
  • Conecte-se virtualmente utilizando redes sociais como o Linkedin

Para quem irá abrir um negócio, começar pelo autoconhecimento é o ponto chave inicial. Busque o aprendizado, vá para a ação, reflita sobre os aprendizados e busque novas capacitações. Este ciclo contínuo e os três pilares são um bom caminho para quem busca se desenvolver e crescer o negócio! Bom estudo!

Tem dúvidas sobre como administrar a sua pequena empresa? Assine a EXAME e tenha acesso a conteúdos semanais sobre o assunto

De 1 a 5, qual sua experiência de leitura na exame?
Sendo 1 a nota mais baixa e 5 a nota mais alta.

Seu feedback é muito importante para construir uma EXAME cada vez melhor.