Negócios

Vendas da Toyota aumentam 16,8% em setembro

Número alcançado pela montadora foi abaixo do apresentado pelas concorrentes, GM e Ford

Linha de montagem da Toyota: modelos 4x4 foram os que venderam mais, chegando a 437,1% de aumento para o 4Runner (Arquivo/EXAME)

Linha de montagem da Toyota: modelos 4x4 foram os que venderam mais, chegando a 437,1% de aumento para o 4Runner (Arquivo/EXAME)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às 03h41.

Washington - A Toyota vendeu em setembro 147.162 veículos nos Estados Unidos, uma alta de 16,8% em relação ao mesmo período de 2009, mas abaixo dos números alcançados pelos seus dois principais rivais, General Motors (GM) e Ford.

A empresa japonesa disse hoje que sua divisão Toyota vendeu 130.214 veículos, 20,5% a mais do que no mesmo período de 2009, enquanto sua marca de luxo Lexus somou 16.948 unidades, uma queda de 5,5% em comparação a setembro do ano passado.

Por modelos, os 4x4 da Toyota foram os que apresentaram um maior aumento de demanda.

O FJ Cruiser vendeu 1.424 unidades, 244,8% a mais do que em setembro de 2009, enquanto o 4Runner vendeu 3.577 unidades, um aumento de 437,1%. Já o RAV4 teve alta de 40,2% e se consolidou como a caminhonete mais vendida do grupo, com 14.685 veículos.

Entre os automóveis, o Toyota Yaris teve suas vendas elevadas em 48,7% em setembro, o que representa 2.835 unidades, enquanto o Camry somou 30.769 veículos, uma alta de 19,5%.

Leia mais notícias sobre a autoindústria

Siga as notícias do site EXAME sobre Negócios no Twitter

Acompanhe tudo sobre:AutoindústriaEmpresasEmpresas japonesasEstados Unidos (EUA)IndústriaIndústrias em geralMontadorasPaíses ricosToyota

Mais de Negócios

Problemas complexos estão travando a sua empresa? Veja 5 dicas para gerenciá-los

Ele vendia trufas e hoje fatura R$ 80 milhões com a maior rede de pilates da América Latina

Ronaldo pode vender clube espanhol por um quarto do valor embolsado com o Cruzeiro

Mora no exterior e quer doar recurso ao RS? Agora é possível através destas instituições financeiras

Mais na Exame