UE dá sinal verde para FedEx comprar TNT Express

Bruxelas abriu uma investigação em julho alegando dúvidas sobre os reflexos da operação nos consumidores, que compram cada vez mais on-line

	FedEx emprega mais de 320 mil pessoas em todo o mundo, com um faturamento anual de 47 bilhões de dólares
 (Getty Images)
FedEx emprega mais de 320 mil pessoas em todo o mundo, com um faturamento anual de 47 bilhões de dólares (Getty Images)
G
Getty/AFP/ArquivosPublicado em 21/10/2015 às 05:56.

A União Europeia se dispõe a aprovar uma operação de 4,4 bilhões de euros pela qual a gigante FedEx comprará sua concorrente holandesa TNT Express, empresa-chave na entrega de produtos comprados on-line, informaram as duas companhias nesta terça-feira.

"A data limite interna da Comissão Europeia para a emissão de objeções deve expirar no dia 23 de outubro de 2015, mas FedEx e TNT já foram informadas de que não haverá impedimento".

Bruxelas abriu uma investigação em julho alegando dúvidas sobre os reflexos da operação nos consumidores, que compram cada vez mais on-line.

"FedEx e TNT continuam esperando que a transação seja concluída no primeiro semestre" de 2016.

A TNT Express passou por uma ampla reestruturação e cortou 4 mil postos de trabalho após outra oferta de compra, da UPS, bloqueada pela Comissão Europeia.

FedEx emprega mais de 320 mil pessoas em todo o mundo, com um faturamento anual de 47 bilhões de dólares.