Negócios

UE dá sinal verde para FedEx comprar TNT Express

Bruxelas abriu uma investigação em julho alegando dúvidas sobre os reflexos da operação nos consumidores, que compram cada vez mais on-line


	FedEx emprega mais de 320 mil pessoas em todo o mundo, com um faturamento anual de 47 bilhões de dólares
 (Getty Images)

FedEx emprega mais de 320 mil pessoas em todo o mundo, com um faturamento anual de 47 bilhões de dólares (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 21 de outubro de 2015 às 05h56.

A União Europeia se dispõe a aprovar uma operação de 4,4 bilhões de euros pela qual a gigante FedEx comprará sua concorrente holandesa TNT Express, empresa-chave na entrega de produtos comprados on-line, informaram as duas companhias nesta terça-feira.

"A data limite interna da Comissão Europeia para a emissão de objeções deve expirar no dia 23 de outubro de 2015, mas FedEx e TNT já foram informadas de que não haverá impedimento".

Bruxelas abriu uma investigação em julho alegando dúvidas sobre os reflexos da operação nos consumidores, que compram cada vez mais on-line.

"FedEx e TNT continuam esperando que a transação seja concluída no primeiro semestre" de 2016.

A TNT Express passou por uma ampla reestruturação e cortou 4 mil postos de trabalho após outra oferta de compra, da UPS, bloqueada pela Comissão Europeia.

FedEx emprega mais de 320 mil pessoas em todo o mundo, com um faturamento anual de 47 bilhões de dólares.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasEuropaFedExNegociaçõesUnião Europeia

Mais de Negócios

Startup brasileira quer usar hemogramas e IA para acelerar diagnóstico do câncer de mama

A rota da KLM para transformar viagens em conexões inesquecíveis

Lembra dela? TecToy volta a apostar no mercado game e lança computador, acessórios e até jogos

Giovanna Antonelli, Caio Castro, Deborah Secco e mais: conheça franquias com sócios famosos

Mais na Exame