Acompanhe:
seloNegócios

UBS compra Link, corretora que mais cresce no mercado

A Link, situada em São Paulo, negociou R$ 316,9 bilhões no ano passado em ações e opções de ações na BM&FBovespa SA

Modo escuro

Continua após a publicidade

	O UBS está adquirindo a Link em um momento no qual a compra e venda de ações no mercado secundário atinge um recorde
 (Fabrice Coffrini/AFP)

O UBS está adquirindo a Link em um momento no qual a compra e venda de ações no mercado secundário atinge um recorde (Fabrice Coffrini/AFP)

C
Cristiane Lucchesi

Publicado em 25 de fevereiro de 2013 às, 10h49.

São Paulo - A Link Investimentos, a corretora que o UBS AG está comprando no Brasil, é a que mais tem aumentado sua participação no mercado de ações em meio à queda nas taxas de corretagem com o aumento da competição.

A Link, situada em São Paulo, negociou R$ 316,9 bilhões no ano passado em ações e opções de ações na BM&FBovespa SA, elevando sua participação no mercado para 8,9 por cento, de 7,4 por cento em 2011, de acordo com dados compilados pela bolsa.

A Link ultrapassou o Morgan Stanley como a número dois em volume de negócios, reduzindo a diferença com o Credit Suisse AG, que mantém a primeira posição desde 2007 e que ficou com participação de 12,9 por cento em 2012.

O UBS está adquirindo a Link em um momento no qual a compra e venda de ações no mercado secundário atinge um recorde, atraindo competidores como o Goldman Sachs Group Inc., o Barclays Plc e os fundos de private Actis LLP. As taxas de corretagem na média do mercado caíram para 0,09 por cento, de 0,20 por cento em 2002, segundo o Credit Suisse.

“Novos competidores estrangeiros vieram ao Brasil alimentando a guerra para ganhar mercado,” disse Daniel Cardoso Mendonça de Barros, presidente da Link Investimentos, em uma entrevista no seu escritório em São Paulo. “As comissões cobradas estão caindo cerca de 20 por cento nos últimos dois anos e hoje apenas 10 das mais de 90 corretoras existentes na BM&FBovespa estão fazendo dinheiro.”

Últimas Notícias

Ver mais
Bolsas da Europa fecham sem sinal único, observando sinais dos EUA e com força de mineradoras
seloMercados

Bolsas da Europa fecham sem sinal único, observando sinais dos EUA e com força de mineradoras

Há 22 horas

Ibovespa cai à mínima do ano com EUA e Petrobras; dólar atinge máxima de R$ 5,12
seloMercados

Ibovespa cai à mínima do ano com EUA e Petrobras; dólar atinge máxima de R$ 5,12

Há um dia

Suspensão na Petrobras, balanços de bancos dos EUA e Starbucks: os assuntos que movem o mercado
seloMercados

Suspensão na Petrobras, balanços de bancos dos EUA e Starbucks: os assuntos que movem o mercado

Há um dia

Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em baixa, com tombo de Hong Kong após exportações chinesas
seloMercados

Bolsas da Ásia fecham majoritariamente em baixa, com tombo de Hong Kong após exportações chinesas

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais