Tesla inaugura nova megafábrica no Texas

Trata-se da quinta "megafábrica" da Tesla, depois das plantas de Nevada, Nova York, Xangai e Berlim, esta última inaugurada agora em março
Tesla: A "Giga Texas", cuja superfície é equivalente a cerca de 100 campos de futebol, está em atividade desde o fim de 2021 (Aly Song/Reuters)
Tesla: A "Giga Texas", cuja superfície é equivalente a cerca de 100 campos de futebol, está em atividade desde o fim de 2021 (Aly Song/Reuters)
Por AFPPublicado em 07/04/2022 19:03 | Última atualização em 14/04/2022 11:38Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Milhares de convidados vão prestigiar, nesta quinta-feira (7), a inauguração da nova fábrica da Tesla em Austin, em um evento com a cara de um show de rock, cuja estrela principal é o fundador da companhia, Elon Musk, que está mudando a sede da mesma para o Texas.

Musk publicou no Twitter algumas imagens dos preparativos. Está previsto que ele pronuncie um discurso por volta das 21h00 locais (23h00 em Brasília). Além disso, o evento deverá contar com a presença de até 15.000 pessoas.

A "Giga Texas", cuja superfície é equivalente a cerca de 100 campos de futebol, está em atividade desde o fim de 2021.

Trata-se da quinta "megafábrica" da Tesla, depois das plantas de Nevada, Nova York, Xangai e Berlim, esta última inaugurada agora em março.

inauguração da fábrica da Tesla em Austin, Texas, Estados Unidos

inauguração da fábrica da Tesla em Austin, Texas, Estados Unidos (AFP/AFP)

Essas fábricas produzem veículos e também componentes e baterias em larga escala. Em Austin também está prevista a produção dos novos lançamentos, a pick-up Cybertruck e o caminhão Semi, que deve ser iniciada no ano que vem.

"A Tesla tem um problema de rico: a demanda supera a oferta a tal ponto que os Model Y e alguns Model 3 [dois dos veículos que produz] são entregues com cinco a seis meses de atraso em alguns lugares do mundo", destacou o analista Dan Ives, da consultoria financeira Wedbush Securities. "A solução está, principalmente, em Austin e Berlim", acrescentou.

A Tesla quer aumentar suas entregas em 50% por ano, e deveria superar esta meta agora em 2022, conforme estimou Musk em janeiro.

A empresa entregou mais de um milhão de veículos nos últimos 12 meses, apesar das limitações impostas à indústria pela escassez de semicondutores.

No primeiro trimestre de 2022, a Tesla entregou 67% mais veículos que no mesmo período de 2021, quando Toyota e General Motors registraram uma queda de 20% em seus volumes de vendas.