ITC confirma antidumping para papel não revestido cortado

A Suzano informa que continuará suas exportações para o mercado americano, recolhendo a taxação

São Paulo - A Suzano Papel e Celulose comunicou, na noite de quarta-feira, 10, que a International Trade Comission (ITC), órgão responsável por apurar se as importações feitas pelos Estados Unidos causam dano ao mercado local, proferiu decisão confirmando a aplicação de taxa antidumping contra a importação de papel não revestido cortado (folio e cut size) proveniente de Brasil, Austrália, China e Indonésia.

A decisão do ITC ratifica decisão promulgada pelo Departamento de Comércio dos EUA em janeiro, com revisão da taxação de 33,09%, determinada em agosto do ano passado, para 22,16%, taxa que foi confirmada pelo ITC ontem.

A Suzano informa que continuará suas exportações para o mercado americano, recolhendo a taxação.

A Suzano informa ainda que o processo será objeto de revisão anual, e a companhia acredita que será capaz de comprovar, ao longo da próxima revisão, a inexistência de dumping do seu papel não revestido cortado destinado aos EUA, situação em que vai reaver os valores até então recolhidos.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.