Negócios

Steve Jobs, da Apple, vai tirar licença médica

Atual vice-presidente comandará a empresa na ausência do executivo

Steve Jobs não disse quanto tempo ficará afastado da empresa (Getty Images)

Steve Jobs não disse quanto tempo ficará afastado da empresa (Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 17 de janeiro de 2011 às 12h09.

Bagalore, Índia - O presidente-executivo da Apple, Steve Jobs, disse que a diretoria da empresa garantiu uma licença médica para que ele possa se concentrar em sua saúde.

O executivo Tim Cook, vice-presidente operacional da companhia, será o responsável por todas as operações da Apple no dia a dia, mas Jobs manterá o posto de presidente-executivo e continuará envolvido em grandes decisões estratégicas da companhia.

A licença médica foi solicitada pelo próprio Jobs, que não informou por quanto tempo ficará fora, embora tenha dito que espera "voltar o mais rápido que puder".

Acompanhe tudo sobre:AppleEmpresáriosEmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaExecutivosPersonalidadesSteve JobsTecnologia da informação

Mais de Negócios

Justiça aceita pedido de recuperação judicial da Polishop

Fernando Goldsztein: Toda a ajuda é pouca para os atingidos pelas enchentes do RS

Rodízio caro: rede de restaurantes Red Lobster pede recuperação judicial com dívida de US$ 1 bilhão

A startup que pretende usar um fundo de R$ 150 milhões para salvar negócios no Rio Grande do Sul

Mais na Exame