Acompanhe:
seloNegócios

Setubal e Moreira Salles fazem acordo com CVM sobre investigação

São Paulo - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou nesta segunda-feira que aceitou acordo proposto pelos banqueiros Roberto Setubal e Pedro Moreira Salles para extinguir um processo administrativo relacionado à união entre Itaú e Unibanco. Setubal apresentou proposta de pagamento à CVM no valor de 267,6 mil reais, "equivalente ao dobro do ganho potencial […]

Modo escuro

Continua após a publicidade
EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

D
Da Redação

Publicado em 10 de outubro de 2010 às, 03h39.

São Paulo - A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou nesta segunda-feira que aceitou acordo proposto pelos banqueiros Roberto Setubal e Pedro Moreira Salles para extinguir um processo administrativo relacionado à união entre Itaú e Unibanco.

Setubal apresentou proposta de pagamento à CVM no valor de 267,6 mil reais, "equivalente ao dobro do ganho potencial por ele obtido nas operações questionadas".

Segundo o comunicado, Setubal foi investigado por ter adquirido 40 mil ações preferenciais de emissão da Itaúsa Investimentos S.A., então controladora do Banco Itaú, nos dias 23 e 24 de outubro de 2008, antes da divulgação do fato relevante sobre a reorganização societária que resultou na criação do Itaú Unibanco, no início de novembro daquele ano.

Moreira Salles e outros dois administradores do Unibanco, Israel Vainboim e Francisco Eduardo de Almeida Pinto, apresentaram proposta de pagamento no valor de 150 mil reais cada.

"Eles foram investigados... por terem aprovado, em 24 de outubro de 2008, o aumento do limite de recompra de ações que podiam ser adquiridas no âmbito do programa de recompra, para 40 milhões de units, quando supostamente existia a intenção em promover a reorganização societária que resultou na criação do Itaú Unibanco", acrescentou o comunicado.

"Com a aceitação pelo Colegiado dessas propostas, os processos ficarão suspensos em relação aos compromitentes e, após o cumprimento das obrigações assumidas, serão extintos em relação a eles", explicou a CVM.

As propostas de acordo foram aprovadas em reunião do colegiado da CVM realizada no dia 13 de abril.

Últimas Notícias

Ver mais
PagBank vê origem integrada como vantagem contra absorção de maquininhas por bancos
seloMercados

PagBank vê origem integrada como vantagem contra absorção de maquininhas por bancos

Há 14 horas

Crédito puxa BB, Caixa e Itaú, e lucro dos 5 maiores bancos vai a R$ 107,5 bi em 2023
seloMercados

Crédito puxa BB, Caixa e Itaú, e lucro dos 5 maiores bancos vai a R$ 107,5 bi em 2023

Há um dia

Impasse na sucessão da Vale: Previ quer divulgação de ata de reunião que expôs empate
seloMercados

Impasse na sucessão da Vale: Previ quer divulgação de ata de reunião que expôs empate

Há um dia

Depois do "back to basics", CVC mira 2 mil lojas
Exame IN

Depois do "back to basics", CVC mira 2 mil lojas

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais