Negócios

Ser Educacional pode refazer oferta pela Estácio, diz presidente

Jânyo Diniz alertou, entretando, que a empresa está em um momento diferente do que estava em 2016 quando disputou com a Kroton a compra da Estácio

Ser Educacional: presidente afirmou que a empresa tem posição de caixa raozável e espaço para alavancagem (foto/Getty Images)

Ser Educacional: presidente afirmou que a empresa tem posição de caixa raozável e espaço para alavancagem (foto/Getty Images)

R

Reuters

Publicado em 29 de junho de 2017 às 13h45.

São Paulo - A Ser Educacional está em um momento diferente do que estava em 2016 quando disputou com a Kroton Educacional a compra da Estácio Participações, mas pode reavaliar uma nova proposta pela rival, disse nesta quinta-feira à Reuters o presidente da Ser, Jânyo Diniz.

"A Ser está em um momento muito bom, materializando parte do crescimento orgânico e com diversas aquisições no planejamento", disse o executivo, destacando que a empresa tem posição de caixa raozável e espaço para alavancagem.

Acompanhe tudo sobre:Cogna Educação (ex-Kroton)EmpresasSer EducacionalYduqs / Estácio

Mais de Negócios

Alexandra Loras, Felipe Massa, Sig Bergamin e Álvaro Garnero são os embaixadores da Revo

Delivery e margens apertadas: franquias de alimentação faturam R$ 61,9 bi, mas custos preocupam

Após aporte de R$ 530 mi, Sólides cria superapp para se aproximar de funcionários dos clientes

Mounjaro, rival do Ozempic, pode chegar ao Brasil; veja preço

Mais na Exame