Negócios

Scania mantém aportes no País, apesar da crise

A montadora engatou, em 2016, um programa de desembolsos de R$ 2,6 bilhões na operação brasileira até 2020

A montadora engatou, em 2016, um programa de desembolsos de R$ 2,6 bilhões na operação brasileira até 2020 (REUTERS/Paulo Whitaker)

A montadora engatou, em 2016, um programa de desembolsos de R$ 2,6 bilhões na operação brasileira até 2020 (REUTERS/Paulo Whitaker)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 28 de janeiro de 2017 às 11h04.

Última atualização em 4 de julho de 2017 às 14h23.

São Paulo - Com a expectativa de que o Brasil volte a crescer e com uma estratégia voltada para exportações, a Scania acelerou os investimentos no País.

A montadora engatou, em 2016, um programa de desembolsos de R$ 2,6 bilhões na operação brasileira até 2020, disse Per-Olov Svedlund, presidente da empresa na América Latina, ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do grupo Estado.

A média anual de aporte passa a ser de R$ 520 milhões - até então era de R$ 100 milhões. O executivo não detalhou os projetos.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Acompanhe tudo sobre:Investimentos de empresasScania

Mais de Negócios

OPINIÃO: Quando a água baixar, precisamos manter a mobilização

O que essas sete empresas fazem para serem um exemplo de gestão — e como replicar no seu negócio

BRF Pet, Cobasi, Petlove e Petz: Como essas marcas estão ajudando os animais no Rio Grande do Sul?

O fenômeno Shopee: por que o marketplace se tornou o queridinho dos brasileiros

Mais na Exame