Acompanhe:
seloNegócios

Santa Marina unifica marca para crescer receita em 40%

Pesquisa mostrou que as marcas antigas não eram bem percebidas pelos consumidores

Modo escuro

Continua após a publicidade
Produto da Marinex: marca será a única adotada pela Santa Marina (.)

Produto da Marinex: marca será a única adotada pela Santa Marina (.)

T
Tatiana Vaz

Publicado em 10 de outubro de 2010 às, 03h41.

São Paulo - A Santa Marina, presente no país há 114 anos, anunciou hoje (18/8) pela manhã, que concentrará todos os seus esforços de marketing, vendas e desenvolvimento em uma única marca: a Marinex. O intuito é elevar o faturamento atual da companhia, de 250 milhões de reais, para 350 milhões de reais até 2012.

Dentro da estratégia de negócios da companhia, também está o plano de desenvolver parcerias locais e estrangeiras para o desenvolvimento de produtos de maior valor agregado. O primeiro deles será um jogo de 20 peças de cerâmica, que chegará ao mercado nacional em dezembro ao preço de 90 reais.

"Também estamos pensando em maneiras de atender, com os produtos que já temos, todos os tipos de consumidores", afirma Denis Simonin, diretor-executivo da Santa Marina. De acordo com ele, jogos menores de 12 e 20 peças, por exemplo, devem chegar ao mercado para atender tanto consumidores de menor poder aquisitivo, quanto solteiros ou recém-casados.

Marcas não percebidas

Antes, a companhia contava com outras duas marcas além da Marinex em seu portfólio - a Duralex e a Colorex. As diferenças entre elas não eram bem comunicadas e, por conseqüência, aceitas pelos consumidores, motivo pelo qual a companhia resolveu agora se concentrar em uma única marca.

"Os produtos para forno, mesa e cozinha terão agora um mesmo nome, uma única estratégia de comunicação e mais facilidade de fidelizar os consumidores", diz Simonin. A iniciativa também ajudará a companhia a permanecer com cerca de 80% do mercado de fornos e assadeiras, de acordo com dados da empresa.

Entre novos produtos, comunicação e pesquisa, a Santa Marina investirá este ano cerca de cinco milhões de reais. Parte do aporte também está sendo destinada a estreitar a relação da companhia com seus 50 distribuidores no Brasil. "Nossos produtos estão em mais de 2.700 pontos de vendas, mas estamos trabalhando para que eles sejam mais bem apresentados nesses canais", diz Simonin.

Acompanhe as notícias de negócios do site EXAME no Twitter

Últimas Notícias

Ver mais
Nhoque da Fortuna: Restaurante dará brindes para celebrar a data nesta quinta, 29
seloMarketing

Nhoque da Fortuna: Restaurante dará brindes para celebrar a data nesta quinta, 29

Há 23 horas

Indústria pede que STF analise ação contra isenção de imposto para compras de até US$ 50
Economia

Indústria pede que STF analise ação contra isenção de imposto para compras de até US$ 50

Há um dia

Da infância sem luz à receita de R$ 100 milhões, o paranaense que popularizou a cama box no Brasil
seloNegócios

Da infância sem luz à receita de R$ 100 milhões, o paranaense que popularizou a cama box no Brasil

Há 3 dias

A 'marca' Mbappé: entenda pedido do atacante para proteção de sobrenome e comemoração
Esporte

A 'marca' Mbappé: entenda pedido do atacante para proteção de sobrenome e comemoração

Há 3 dias

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais