Negócios

Rossi fecha 1º trimestre com prejuízo de R$ 129 milhões

A Rossi encerrou o primeiro trimestre do ano com prejuízo líquido de R$ 129 milhões, revertendo o resultado positivo do mesmo trimestre de 2014


	Prédio da Rossi: empresa também divulgou Ebitda negativo de R$ 63,3 milhões
 (Alexandre Battibugli / EXAME)

Prédio da Rossi: empresa também divulgou Ebitda negativo de R$ 63,3 milhões (Alexandre Battibugli / EXAME)

DR

Da Redação

Publicado em 14 de maio de 2015 às 22h14.

São Paulo - A Rossi encerrou o primeiro trimestre do ano com prejuízo líquido de R$ 129,0 milhões, revertendo o resultado positivo de R$ 6,8 milhões registrado no mesmo trimestre de 2014.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado pelas despesas que não representam desembolso efetivo de caixa e itens não recorrentes ficou negativo em R$ 35 milhões entre janeiro e março, ante Ebitda ajustado positivo de R$ 91,7 milhões apurado um ano antes.

A empresa também divulgou Ebitda negativo de R$ 63,3 milhões no primeiros três meses deste ano, ante Ebitda positivo de R$ 32,7 milhões apurado um ano antes.

A receita líquida da empresa totalizou R$ 247,0 milhões no primeiro trimestre, uma queda de 48,1% ante o registrado no mesmo trimestre do ano anterior.

O resultado financeiro líquido foi negativo em R$ 52,3 milhões no trimestre, 692% acima da despesa líquida de R$ 6,6 milhões de igual intervalo de 2014.

Acompanhe tudo sobre:Construção civilEbitdaEmpresasPrejuízoRossi

Mais de Negócios

Criada após perda familiar, startup maranhense que facilita realização de cirurgias capta US$ 1,5 mi

Yopa: o que aconteceu com a famosa marca de sorvetes e picolés dos anos 1990

Fusão entre Cobasi e Petz fez o número de interessados em conversão crescer 25%, diz CEO da Petland

Não aos feriadões fake

Mais na Exame