Negócios

Petroleira saudita Aramco nomeia uma mulher para o Conselho de Direção

A escolhida foi a americana Lyenn Laverty Elsenhans, ex-presidente do grupo petroleiro e petroquímico Sunoco Inc

Saudi Aramco: o governo saudita anunciou a venda na Bolsa de 5% do capital da Aramco (Kostas Tsironis/Bloomberg)

Saudi Aramco: o governo saudita anunciou a venda na Bolsa de 5% do capital da Aramco (Kostas Tsironis/Bloomberg)

A

AFP

Publicado em 29 de abril de 2018 às 10h14.

Uma mulher integrará o Conselho de Direção da gigante do petróleo saudita Aramco, anunciou neste domingo a empresa estatal, ao divulgar a lista dos cinco novos diretores designados pela empresa.

A escolhida foi a americana Lyenn Laverty Elsenhans, ex-presidente do grupo petroleiro e petroquímico Sunoco Inc., informa um comunicado da Aramco, que não revela mais detalhes.

Entre os novos membros do conselho, integrado por 11 pessoas, estão o ministro saudita das Finanças, Mohamed Al Jadaan, e o ministro da Economia, Mohamed Al Tuwaijri, informa o comunicado, que cita o presidente do Conselho da empresa, o ministro da Energia, Khaled al Faleh.

Recentemente, o governo saudita anunciou a venda na Bolsa de 5% do capital da Aramco.

Acompanhe tudo sobre:Arábia SauditaIndústria do petróleoMulheresSaudi Aramco

Mais de Negócios

Cacau Show, Chilli Beans e mais: 10 franquias no modelo de contêiner a partir de R$ 30 mil

Sentimentos em dados: como a IA pode ajudar a entender e atender clientes?

Como formar líderes orientados ao propósito

Em Nova York, um musical que já faturou R$ 1 bilhão é a chave para retomada da Broadway

Mais na Exame