Negócios

Presidente da Vale diz que mercado de minério continua forte

Apesar da crise, Murilo Ferreira acredita que demanda vai continuar em alta devido à China e aos outros emergentes

Minério de ferro: Vale não acredita em mudança dos preços devido à crise (MARCELO PRATES)

Minério de ferro: Vale não acredita em mudança dos preços devido à crise (MARCELO PRATES)

DR

Da Redação

Publicado em 10 de agosto de 2011 às 13h56.

Rio de Janeiro - O presidente da Vale SA, Murilo Ferreira, disse que a empresa não vê “nenhum sinal” de alteração nos preços do minério de ferro com a queda nas bolsas mundiais.

Ferreira disse hoje em entrevista em Salvador que o mercado de minério continuará forte, sustentado pela demanda da China e outros mercados emergentes. Segundo ele, nações com grandes populações e classe média em crescimento continuarão a gerar demanda por commodities.

“Esses países têm uma grande fome por matérias-primas. Então eu acredito que o mercado vai continuar forte”, disse Ferreira, que participa de um seminário entre empresários japoneses e brasileiros na capital baiana. “Se continuarmos nesse ritmo, estaremos a caminho do terceiro trimestre consecutiva de preços estáveis,” disse ele.

Os preços do minério de ferro vendido pela Vale foram de, em média, US$ 145,30 por tonelada no segundo trimestre, um aumento de 58 por cento em relação ao mesmo período do ano anterior, disse a companhia em 28 de julho. O preço do minério com 62 por cento de ferro vendido para a China, que subiu 71 por cento nos últimos dois anos, caiu menos de 1 por cento, para US$ 177,80 a tonelada hoje, segundo o instituto Steel Business Briefing Commodities Research.

A Vale fechou em alta de 5,1 por cento, a R$ 38,40, depois de avançar até 5,4 por cento mais cedo no pregão de hoje. O papel acumula um recuo de 20 por cento neste ano, menos que os 26 por cento de perdas registrados pelo Ibovespa.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas abertasEmpresas brasileirasExecutivosExecutivos brasileirosIndústriaMineraçãoMurilo FerreiraSiderúrgicasVale

Mais de Negócios

Anderson Silva fará última luta em solo brasileiro neste sábado; veja como acompanhar

Já reiniciou? Após mais de R$ 22 mi, startup do 'modem inteligente' começa a operar fora do país

Franquia ou um negócio próprio: qual compensa mais? Especialista tem a resposta

Como uma startup organizou uma vaquinha de R$ 76 milhões para o Rio Grande do Sul

Mais na Exame