Negócios

Pedro Bial vai lançar biografia de Luiza Helena Trajano

A ideia do livro surgiu quando Luiza Helena participou do Programa Conversa com Bial, em setembro de 2020

Luiza Helena Trajano, presidente do conselho administrativo do Magazine Luiza. (Lailson Santos/Divulgação)

Luiza Helena Trajano, presidente do conselho administrativo do Magazine Luiza. (Lailson Santos/Divulgação)

EC

Estadão Conteúdo

Publicado em 19 de maio de 2021 às 16h27.

Última atualização em 21 de maio de 2021 às 09h19.

A empresária Luiza Helena Trajano costuma dizer que não escreve sua biografia (ou deixa alguém escrevê-la) porque sua vida muda muito rapidamente e ela poderia ficar ultrapassada. Mas a dona do Magazine Luiza mudou de ideia.

Em uma entrevista que marca, nesta quarta-feira, 19, a estreia do programa Sabatina Publishnews, Luiza Trajano contou que o jornalista Pedro Bial e sua equipe trabalham neste momento em sua biografia. A informação foi publicada nesta terça, 18, no Publishnews, portal de notícias voltado para o mercado editorial.

A ideia do livro surgiu quando Luiza Helena participou do Programa Conversa com Bial, em setembro de 2020. Como àquela altura ela já tinha prometido um livro à Editora Gente, os dois projetos foram unidos. O lançamento da biografia de Luiza Trajano está previsto para novembro.

Luiza Trajano é presidente do conselho de administração do Magazine Luiza, idealizadora do grupo político apartidário Mulheres do Brasil e uma das principais lideranças do país. Há dois anos, o Magazine Luiza começou a vender livros em seu site. No ano passado, a empresa comprou a Estante Virtual. Seus planos e ideias para esta área foram os principais temas da entrevista, e ela não descartou a possibilidade de "comprar alguma varejista". Lembrando que Cultura e Saraiva estão em recuperação judicial e que a última tenta vender algumas de suas lojas. A empresária disse ainda que em breve deve oferecer livros em suas lojas físicas (e tudo o mais que ela vende no site) e criticou enfaticamente o projeto de lei que prevê taxar o livro e o argumento de que só rico lê no Brasil.

  • Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais.

 

 

Acompanhe tudo sobre:EXAME-no-InstagramIndústria de livrosLivrosluiza-helena-trajanoMagazine Luiza

Mais de Negócios

Após balanço, fortuna de Jensen Huang, CEO da Nvidia, avança R$ 39,4 bilhões em 1 dia

Esses 4 colegas da faculdade receberam R$ 10 milhões por tecnologia contra dorminhocos no trânsito

Sobra resiliência, falta comunicação: o potencial latino de atrair investimentos é debate na China

Uber vai lançar categoria exclusiva de carros híbridos e elétricos no Brasil

Mais na Exame