Negócios

Pedidos de recuperação judicial disparam, diz Serasa

Segundo a companhia, os pedidos de recuperação judicial em fevereiro somaram 155 ante 42 no mesmo mês de 2015


	Recuperação Judicial: enquanto isso, o número de falências requeridas subiu para 132 no mês passado ante 101 em janeiro e 89 em fevereiro de 2015
 (Thinkstock)

Recuperação Judicial: enquanto isso, o número de falências requeridas subiu para 132 no mês passado ante 101 em janeiro e 89 em fevereiro de 2015 (Thinkstock)

DR

Da Redação

Publicado em 7 de março de 2016 às 14h04.

São Paulo - Os requerimentos de recuperação judicial de empresas do Brasil tiveram forte alta em fevereiro, impulsionados pela recessão e por custos financeiros elevados aliados a um ambiente de incerteza econômica e política que reduzem a demanda, segundo dados divulgados nesta segunda-feira pela empresa de análise de informações de crédito Serasa Experian.

Segundo a companhia, os pedidos de recuperação judicial em fevereiro somaram 155 ante 42 no mesmo mês de 2015. Ante janeiro, houve alta de 61,5 por cento.

Com o resultado, os requerimentos que têm como finalidade proteger empresas da falência dispararam para 251 no primeiro bimestre ante 116 no mesmo período do ano passado.

Enquanto isso, o número de falências requeridas subiu para 132 no mês passado ante 101 em janeiro e 89 em fevereiro de 2015.

No bimestre, os casos de pedidos de falência subiram para 233 ante 202 no mesmo período do ano passado, segundo a Serasa.

Acompanhe tudo sobre:Empresasempresas-de-tecnologiaExperianRecuperações judiciaisSerasa Experian

Mais de Negócios

Empreendedor produz 2,5 mil garrafas de vinho por ano na cidade

Após crise de R$ 5,7 bi, incorporadora PDG trabalha para restaurar confiança do cliente e do mercado

Após anúncio de parceria com Aliexpress, Magalu quer trazer mais produtos dos Estados Unidos

De entregadores a donos de fábrica: irmãos faturam R$ 3 milhões com pão de queijo mineiro

Mais na Exame