Negócios

OSX compra dois navios VLCC por US$ 54 milhões

Embarcações foram construídas em 1994 e 1995 e tem previsão de entrega para a OSX em fevereiro e março de 2011

Estaleiros da OSX: empresa pretende usar os cascos dos navios para conversão nos futuros 
FPSOs OSX-3 e OSX-4

Estaleiros da OSX: empresa pretende usar os cascos dos navios para conversão nos futuros FPSOs OSX-3 e OSX-4

DR

Da Redação

Publicado em 18 de novembro de 2010 às 10h44.

São Paulo - A OSX comunicou hoje (18/11) ao mercado que sua subsidiária OSX Leasing Group celebrou acordos de compra de dois navios-irmãos do tipo VLCC (Very Large Crude Oil Carriers), pelo preço de compra global de 54 milhões de dólares, sujeitos a condições precedentes conforme prática de mercado.

O objetivo da empresa é utilizar os cascos dos VLCCs para conversão nos futuros FPSOs OSX-3 e OSX-4, que serão fretados e operados por subsidiárias da OSX. Os acordos de compra foram firmados com a vendedora Vela Internacional Marine Limited, subsidiária da Saudi Aramco.

Os navios em questão foram construídos em 1994 e 1995 e tem previsão de entrega para a OSX em fevereiro e março de 2011. "A aquisição dos dois navios-irmãos está em linha com a política de padronização dos projetos de conversão dos futuros FPSOs, contribuindo assim para a otimização de prazos e custos de construção", informou a empresa em comunicado ao mercado.

A OSX atua no setor de equipamentos e serviços para a indústria offshore de petróleo e gás natural, com atuação integrada nos segmentos de construção naval, fretamento de unidades de exploração e produção (E&P) e serviços de operação e manutenção (O&M).

Acompanhe tudo sobre:Eike BatistaEmpresáriosEmpresasGás e combustíveisIndústriaIndústria do petróleoIndústrias em geralMMXOSXPersonalidadesPetróleo

Mais de Negócios

Para se recuperar, empresas do maior hub de inovação do RS precisam de R$ 155 milhões em empréstimos

Investida do bilionário Bernard Arnault, startup faz sucesso usando IA para evitar furtos no Brasil

Riverwood Capital investe R$ 126 mi e quer levar startup mineira de gestão de contratos ao mundo

Oxxo por delivery: rede de "mercadinhos de bairro" anuncia parceria com o Rappi

Mais na Exame