Negócios

OGX pode ser declarada inadimplente oficialmente

A petroleira do grupo EBX poderá ser declarada oficialmente inadimplente, caso não firme acordo com os detentores de bônus até o final do mês


	OGX, do Eike Batista, pode ser considerada oficialmente inadimplente até o final deste mês 
 (EDUARDO MONTEIRO)

OGX, do Eike Batista, pode ser considerada oficialmente inadimplente até o final deste mês  (EDUARDO MONTEIRO)

DR

Da Redação

Publicado em 28 de abril de 2014 às 07h52.

São Paulo – Mais uma vez, a rodada de negociações entre a OGX e os detentores de bônus internacional terminou sem acordo. O valor a ser tratado é de 3,6 bilhões de dólares. As informações são do Jornal Valor Econômico.

A empresa de Eike Batista que atua na exploração e produção de óleo e gás natural, do Grupo EBX, tenta resolver o impasse bilionário com os detentores de bônus.

Caso eles não firmem nenhum acordo para sanar o valor até o final deste mês, a petroleira poderá ser declarada oficialmente inadimplente.

Na semana passada, a OGX comunicou aos acionistas e ao mercado em geral mudanças no quadro da diretoria da empresa.

Com as alterações, Paulo Narcélio Simões Amaral foi nomeado como novo Diretor Presidente, acumulando os cargos que eram de Luiz Eduardo Guimarães, que deixou o posto de Diretor Financeiro e de Relações com Investidores.

Agora, os novos gestores tentam descobrir quanto a petroleira precisa para colocar o campo de Tubarão Martelo, na Bacia de Campos, em funcionamento. 

Mais de Negócios

Apple mantém diálogos com concorrente Meta sobre IA

30 franquias baratas para começar a empreender a partir de R$ 9.500

Empreendendo no mercado pet, ele saiu de R$ 50 mil para R$ 1,8 milhão. Agora, aposta em franquias

Ele quer chegar a 100 lojas e faturar R$ 350 milhões com produtos da Disney no Brasil

Mais na Exame