Acompanhe:
seloNegócios

Odebrecht recebe aporte de US$400 mi de Cingapura

Fundo soberano do país asiático foi anunciado como o novo acionista minoritário da divisão de petróleo da empresa

Modo escuro

Continua após a publicidade
A exploração do pré-sal é um dos incentivos para investimentos em petróleo no país (Arquivo)

A exploração do pré-sal é um dos incentivos para investimentos em petróleo no país (Arquivo)

D
Denise Luna

Publicado em 9 de março de 2011 às, 17h54.

Rio de Janeiro - A Odebrecht Óleo e Gás (OOG), divisão para o setor de petróleo do conglomerado Odebrecht, recebeu um aporte de 400 milhões de dólares da Temasek Holdings, fundo soberano de Cingapura, informou a empresa brasileira nesta terça-feira.

Com o investimento, a Temasek irá deter participação minoritária na Odebrecht Óleo & Gás, de tamanho não divulgado.

"O investimento representa o mais importante passo na estratégia de crescimento da OOG, que investirá 3,5 bilhões de dólares no próximo triênio", informou a companhia brasileira na nota.

A Odebrecht Óleo & Gás atua provendo soluções para a indústria de petróleo, principalmente em construção e operação de sondas e plataformas.

A empresa possui uma encomenda para a construção de cinco sondas de perfuração para a Petrobras.

A Temasek Holdings figura entre os dez maiores fundos soberanos do mundo, com um portfólio de investimentos de aproximadamente 133 bilhões de dólares.

O setor de petróleo do Brasil deverá apresentar grande crescimento nos próximos anos, principalmente devido aos projetos para a exploração das reservas do pré-sal.

Últimas Notícias

Ver mais
Petróleo recua, com sinais de que ataque do Irã a Israel não evoluirá para conflito amplo
seloMercados

Petróleo recua, com sinais de que ataque do Irã a Israel não evoluirá para conflito amplo

Há 5 horas

CVC Capital Partners quer captar US$ 1,33 bilhão em IPO – se o Oriente Médio deixar
Exame IN

CVC Capital Partners quer captar US$ 1,33 bilhão em IPO – se o Oriente Médio deixar

Há 8 horas

Governo autoriza empresas brasileiras a importarem energia da Venezuela
Economia

Governo autoriza empresas brasileiras a importarem energia da Venezuela

Há 9 horas

Uso de energia exigido pela IA acende alerta vermelho
Tecnologia

Uso de energia exigido pela IA acende alerta vermelho

Há 9 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais