Acompanhe:
seloNegócios

Odebrecht Óleo e Gás compra sonda de perfuração

Equipamento deve chegar ao Brasil no primeiro trimestre de 2012; empresa confirmou acordo para operar a primeira unidade de produção no país

Modo escuro

Continua após a publicidade
Odebrecht Óleo e Gás: empresa espera ter faturamento de US$ 1,6 bilhão em 2013 (Reprodução)

Odebrecht Óleo e Gás: empresa espera ter faturamento de US$ 1,6 bilhão em 2013 (Reprodução)

D
Da Redação

Publicado em 10 de junho de 2011 às, 13h26.

São Paulo - A Odebrecht Óleo e Gás (OOG) informou hoje que comprou uma sonda de perfuração semissubmersível e fechou acordo para operar sua primeira unidade de produção no Brasil. A OOG é uma empresa da Organização Odebrecht que presta serviços à indústria de petróleo.

A empresa firmou com a Stena Drilling o acordo para comprar a sonda de perfuração semissubmersível capaz de operar em lâmina d'água de até 2.400 metros. A sonda já operou no Brasil entre julho de 2000 e março de 2003 com as empresas Shell e Petrobras. A transferência de título ocorrerá no segundo semestre deste ano, logo após uma breve estadia no estaleiro Asticam, nas Ilhas Canárias. Sua chegada ao Brasil está programada para o primeiro trimestre de 2012.

A empresa também acaba de concluir uma joint venture (associação) com a Teekay Petrojarl, empresa norueguesa operadora de navios-plataforma, para a compra e operação de uma unidade de produção no Brasil. A unidade está em construção no estaleiro Jurong, em Cingapura, e tem previsão de chegada ao Brasil no primeiro trimestre de 2012. Terá capacidade de produção de 80 mil barris de óleo por dia e 650 mil barris de estocagem, e poderá operar em lâmina d'água de até 1.000 metros.

É a primeira unidade de produção que a OOG operará no Brasil. "Com mais esta operação, a empresa qualifica-se ainda mais para oferecer a seus clientes serviços de afretamento e operação dessas embarcações", destaca Roberto Ramos, presidente da OOG. Segundo a companhia, a "operação e afretamento de sondas de perfuração e plataformas de produção, a atuação em subsea e a prestação de serviços integrados fazem parte da estratégia de crescimento da OOG". O objetivo é consolidar-se como a empresa brasileira líder no segmento.

"Em 2013 quando todas as unidades estiverem em plena operação, a expectativa é atingir US$ 1,6 bilhão de faturamento, quando a empresa planeja atingir 4 mil funcionários. O orçamento para investimentos entre 2010 e 2013 é de US$ 3,5 bilhões," informa o comunicado.

Últimas Notícias

Ver mais
Por que o dólar está subindo tanto? 3 fatores que explicam a alta da moeda
seloMercados

Por que o dólar está subindo tanto? 3 fatores que explicam a alta da moeda

Há 5 horas

Estoques de petróleo nos EUA sobem 2,735 milhões de barris, revela DoE
Economia

Estoques de petróleo nos EUA sobem 2,735 milhões de barris, revela DoE

Há 7 horas

Ministro diz que em reunião com Nunes reforçou disposição para ajustes no setor de distribuição
Brasil

Ministro diz que em reunião com Nunes reforçou disposição para ajustes no setor de distribuição

Há 8 horas

Quem poderia levar os hospitais da Dasa? O Itaú BBA tem seu palpite
Exame IN

Quem poderia levar os hospitais da Dasa? O Itaú BBA tem seu palpite

Há 9 horas

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais