Negócios

Negócios via aparelhos móveis da Alipay superam 50% do total

Participação das transações de dispositivos móveis na Alipay saltou para 54 por cento de todas as transações nos primeiros dez meses do ano


	Aplicativo do Alibaba: aumento foi movido em parte pela adoção de aparelhos móveis por consumidores em áreas rurais e cidades menores
 (Brent Lewin/Bloomberg)

Aplicativo do Alibaba: aumento foi movido em parte pela adoção de aparelhos móveis por consumidores em áreas rurais e cidades menores (Brent Lewin/Bloomberg)

DR

Da Redação

Publicado em 8 de dezembro de 2014 às 12h26.

Xangai - A participação das transações de dispositivos móveis na Alipay, a plataforma de pagamento online afiliada ao Alibaba, saltou para 54 por cento de todas as transações nos primeiros dez meses do ano ante 22 por cento durante o ano passado inteiro, disse a companhia.

O aumento foi movido em parte pela adoção de aparelhos móveis por consumidores em áreas rurais e cidades menores como as ferramentas primárias para compras online, segundo comunicado da Ant Financial Services Group, que controla a Alipay.

Mais de 55 por cento de todas as transações móveis no ano até outubro, no entanto, ainda vieram de cidades de primeiro nível e províncias costeiras incluindo Pequim, Xangai, Guangdong, Zhejiang e Jiangsu.

O comunicado não forneceu detalhes sobre o valor ou número das transações para os primeiros 10 meses. Uma porta-voz disse que o crescimento foi sustantado pela crescente adoção de dispositivos móveis na China, o crescimento contínuo no comércio mobile, o custo relativamente baixo de plataformas móveis em comparação a computadores e a expansão dos serviços da Alipay.

As transações via dispositivos móveis são uma enorme oportunidade para a Alibaba. O Centro de Informação sobre Rede de Internet da China relatou em julho que durante a primeira metade do ano, os aparelhos móveis se tornaram o principal meio através do qual chineses acessam a Internet, com mais pessoas ficando online pelos telefones do que em computadores pesoais.

Acompanhe tudo sobre:Alibabae-commerceEmpresasEmpresas chinesasJack Mapagamento-via-celular

Mais de Negócios

Apple mantém diálogos com concorrente Meta sobre IA

30 franquias baratas para começar a empreender a partir de R$ 9.500

Empreendendo no mercado pet, ele saiu de R$ 50 mil para R$ 1,8 milhão. Agora, aposta em franquias

Ele quer chegar a 100 lojas e faturar R$ 350 milhões com produtos da Disney no Brasil

Mais na Exame