Multiplan coloca de vez torres comerciais no radar

Diante dos bons resultados, Multiplan mais que dobra investimentos em prédios comerciais neste ano

São Paulo – Se 2011 representou um ano de resultados recordes para Multiplan, 2012 começa com expectativas ainda maiores. E não é apenas o lançamento de três novos shoppings que explica o otimismo – as torres comerciais parecem ter entrado de vez no radar da empresa.

“Nesses últimos anos, achamos necessário investir em imóveis comerciais”, disse José Isaac Peres, presidente da Multiplan, em teleconferência a analistas nesta quinta-feira. “Essa não é a essência do nosso negócio, mas tivemos lucro expressivo com o que fizemos até agora”, completou. Em 2011, a empresa reservou 106,2 milhões de reais para a construção de torres comerciais para locação. Neste ano, a expectativa é que o número suba para 225 milhões.

São dois projetos em andamento: ParkShopping Corporate, em Brasília, e Morumbi Corporate, em São Paulo. “Os empreendimentos agregam valor adicional aos shoppings e a geração de tráfego é sempre muito forte”, afirmou Peres.

Inaugurado em novembro passado, o ParkShopping São Caetano também poderá abrigar quatro novas torres comerciais. A Multiplan não especifica quando isso deve acontecer. Mas, se depender do entusiasmo com o empreendimento, o movimento não deve tardar. A empresa investiu 237 milhões no shopping e, apenas um mês depois do lançamento, a Jones Lang LaSalle, consultoria especializada no ramo imobiliário, o avaliou em 628 milhões.

A comercialização de torres, por sua vez, pode vitaminar o próximo balanço da companhia. Em janeiro, a Oracle desembolsou 165 milhões de reais pelo Morumbi Business Center, localizado em frente ao Morumbi Shopping. “Com a venda, teremos um forte resultado no primeiro trimestre, com aumento muito positivo do ebitda”, afirmou Armando d’Almeida Neto, diretor de relações com investidores da Multiplan.

Em outubro do ano passado, a empresa anunciou a construção de duas torres para venda em Porto Alegre, ambas integradas ao Barra Shopping Sul. Impulsionadas pela entrega da Cristal Tower – outra torre localizada no complexo – as obras ainda não começaram. Em Ribeirão Preto, os negócios estão mais adiantados: o Centro Profissional Ribeirão Shopping está com 96% das unidades vendidas e entrega prevista para o último trimestre de 2012. 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.