Negócios
Acompanhe:

Modi quer que a Índia aproveite seu potencial e se torne gigante em games

Primeiro-ministro pede que os desenvolvedores indianos criem jogos inspirados na cultura e no folclore regional para fortalecer a unidade do país

Narendra Modi: o primeiro-ministro quer estimular a produção de games no país, que tem um mercado estimado em 628 milhões de jogadores (Kevin Frayer/Getty Images)

Narendra Modi: o primeiro-ministro quer estimular a produção de games no país, que tem um mercado estimado em 628 milhões de jogadores (Kevin Frayer/Getty Images)

D
Da Redação

23 de agosto de 2020, 14h23

A Índia precisa explorar o enorme potencial do mercado de jogos digitais desenvolvendo games inspirados em sua cultura e seu folclore, afirmou o primeiro-ministro Narendra Modi no sábado. Ele disse que o foco dos desenvolvedores deve ser no uso de tecnologia e inovação, além da fabricação de produtos que atendam aos padrões globais.

Em uma reunião para discutir como impulsionar a fabricação de brinquedos no país, Modi disse que os games podem ser um excelente meio para promover um programa lançado pelo governo indiano em 2015 para difundir a cultura e as tradições regionais, fortalecendo o vínculo entre os estados e a unidade do país. O país é composto por 28 estados e oito territórios.

“Tivemos uma reunião extensa sobre maneiras de impulsionar a fabricação de brinquedos na Índia”, disse Modi no Twitter. “Nosso foco é apoiar o setor e criar brinquedos que garantam a integridade física e o desenvolvimento holístico da personalidade."

Modi também citou a necessidade de o país organizar hackathons para inovações em tecnologia e design de brinquedos. Hackatons são eventos que reúnem desenvolvedores de software, designers e outros profissionais de programação, com o objetivo de, em um período curto de tempo, criar soluções inovadoras para problemas específicos.

A indústria indiana de games deve gerar neste ano uma receita de 711 milhões de dólares, um crescimento de quase 7% em relação ao ano passado. A previsão é que esse valor ultrapasse 1 bilhão de dólares em 2022. Ainda é um negócio relativamente pequeno. A China, com uma população um pouco maior, fatura mais de 40 bilhões de dólares por ano.

Mas o potencial na Índia é enorme, graças à enorme base de usuários, estimada em mais de 628 milhões de jogadores. A Índia é um país jovem, com mais de 75% da população com menos de 45 anos, o que a torna um dos maiores mercados potenciais para jogos online no mundo. A população indiana, além disso, está passando por um rápido aumento na urbanização, o que impulsiona ainda mais o crescimento do mercado de games.

Atualmente, há 275 empresas de desenvolvimento de jogos online na Índia – em 2010, eram apenas 25. Os desenvolvedores indianos estão criando games em vários idiomas e temas adaptados aos gostos do público local. As empresas realizam eventos especiais para celebrar festivais indianos populares, como Holi, Diwali e Eid.

Além disso, os desenvolvedores vêm lançando opções para os jogadores se divertirem com games feitos com dialetos regionais. As línguas faladas na Índia incluem mais de 400 idiomas e dialetos. A Constituição do país reconhece atualmente 22 línguas oficiais, faladas em diferentes partes do país.