Negócios

Ministro da Integração visita Natal e promete ajuda

Francisco Teixeira disse que o governo ajudará na recuperação da área onde ocorreu o desmoronamento por conta das chuvas


	Cratera aberta por causa das fortes chuvas em Natal (RN)
 (REUTERS/Toru Hanai)

Cratera aberta por causa das fortes chuvas em Natal (RN) (REUTERS/Toru Hanai)

DR

Da Redação

Publicado em 20 de junho de 2014 às 17h24.

Natal - Durante a visita que fez nesta sexta-feira, 20, aos locais atingidos pelas chuvas em Natal, o ministro da Integração Nacional, Francisco Teixeira, afirmou que o governo federal ajudará na recuperação da área onde ocorreu o desmoronamento.

No entanto, o ministro evitou falar em valores. Ele disse que aguardará a conclusão do projeto que está sendo feito pela prefeitura de Natal.

"Nesse primeiro momento, a prioridade é prestar socorro e assistência às famílias, com o projeto concluído daremos início a segunda fase dos trabalhos, que inclui a estabilização do terreno e reconstrução da rede de drenagem e de esgotos.

Por isso é importante a presença do prefeito, da governadora, do presidente da Câmara Federal e de todas as autoridades aqui, pois trabalharemos em conjunto", disse, fazendo referência a governadora Rosalba Ciarlini, ao prefeito Carlos Eduardo e ao presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Henrique Eduardo Alves, que acompanharam a visita.

O ministro Francisco Teixeira também confirmou que o governo federal ajudará as famílias desabrigadas através do programa Minha Casa Minha Vida ou com o programa social "Minha Casa Melhor".

Durante reunião na Prefeitura de Natal, logo após a visita do ministro, foi feito o relato do trabalho já realizado. O Executivo da capital está providenciando aluguel para as mais de 100 famílias desabrigadas.

A governadora Rosalba enalteceu que a Secretaria Estadual de Trabalho, Habitação e Ação Social enviou 500 quilos de alimentos.

Ela também determinou aos técnicos da Companhia de Águas do Estado (Caern) prioridade para soluções que evitem a suspensão do abastecimento d'água na comunidade de Mãe Luíza.

Os desmoronamentos em Natal já contabilizam 140 famílias desabrigadas, dessas, 102 estão no bairro de Mãe Luíza.

Desde o último sábado ocorreram dois grandes desmoronamentos, levando a interdição da avenida governador Sílvio Pedroza, que está com uma grande camada de areia.

Essa é a principal via que leva a zona Leste a zona Sul de Natal, em uma área conhecida como Via Costeira. Além das 102 famílias desabrigadas, os desmoronamentos levaram também ao esvaziamento de dois prédios de luxo de Natal, localizados em Areia Preta.

Com o desmoronamento, o hall desses prédios foi tomado de areia. Na última semana choveu em Natal mais de 350 milímetros.

Acompanhe tudo sobre:Chuvascidades-brasileirasDesastres naturaisEnchentesNatal (RN)

Mais de Negócios

11 franquias baratas para trabalhar sem funcionários a partir de R$ 2.850

Inteligência Artificial no Brasil: inovação, potencial e aplicações reais das novas tecnologias

Mundo sem cookies: as big techs estão se adequando a uma publicidade online com mais privacidade

Ligadona em você: veja o que aconteceu com a Arapuã, tradicional loja dos anos 1990

Mais na Exame