Negócios

Microsoft divulga queda de 10,1% em receita trimestral

A receita total caiu para 23,8 bilhões de dólares, ante 26,47 bilhões de dólares


	Microsoft: Mas a receita do cada vez mais importante negócio de "nuvens inteligentes" da empresa cresceu 5 por cento
 (Joe Raedle/Getty Images)

Microsoft: Mas a receita do cada vez mais importante negócio de "nuvens inteligentes" da empresa cresceu 5 por cento (Joe Raedle/Getty Images)

DR

Da Redação

Publicado em 28 de janeiro de 2016 às 19h03.

Microsoft divulgou uma queda de 10,1 por cento na receita trimestral nesta quinta-feira, pressionada pelo dólar forte, assim como o fraco mercado de computadores pessoais que reduziu a demanda pelo sistema operacional Windows.

O resultado líquido da empresa caiu para 5 bilhões de dólares, ou 0,62 dólar por ação, em seu segundo trimestre encerrado em 31 de dezembro, ante 5,86 bilhões de dólares, ou 0,71 dólar por ação um ano antes.

A receita total caiu para 23,8 bilhões de dólares, ante 26,47 bilhões de dólares.

Mas a receita do cada vez mais importante negócio de "nuvens inteligentes" da empresa, que inclui produtos como o Windows Server e plataformas como a Azure, cresceu 5 por cento, para 6,3 bilhões de dólares.

A Microsoft, sob o comando do presidente-executivo Satya Nadella, tem focado em serviços nas nuvens e aplicativos móveis, com o crescimento mais lento em seu tradicional negócio desoftwares.

Acompanhe tudo sobre:EmpresasEmpresas americanasempresas-de-tecnologiaMicrosoftTecnologia da informaçãoWindows

Mais de Negócios

Justiça aprova plano de recuperação extrajudicial da Casas Bahia

De pequena lanchonete à franquia bilionária: o que o sucesso do McDonald’s ensina aos empreendedores

Desenrola Pequenos Negócios renegocia R$ 1,25 bilhão até 12 de junho

Executivos veem a inteligência artificial como um “divisor de águas”

Mais na Exame