Negócios

Mercado Livre inclui mais de 70 veículos elétricos nas entregas do Brasil

A companhia informou que planeja expandir sua frota elétrica nos próximos dois anos, mas não deu detalhes

Mercado Livre: Veículos elétricos vão fazer entregas no Brasil, México, Chile e Uruguai (Mercado Livre/Divulgação/Reuters)

Mercado Livre: Veículos elétricos vão fazer entregas no Brasil, México, Chile e Uruguai (Mercado Livre/Divulgação/Reuters)

R

Reuters

Publicado em 17 de dezembro de 2020 às 16h05.

Última atualização em 17 de dezembro de 2020 às 18h14.

O Mercado Livre, maior companhia de comércio eletrônico da América Latina, anunciou nesta quinta-feira incorporação de mais de 70 carros movidos a energia elétrica nas entregas de encomendas para Brasil, México, Chile e Uruguai.

No Brasil, serão 51 carros elétricos. A companhia informou que planeja expandir sua frota elétrica nos próximos dois anos, mas não deu detalhes.

Segundo Fernando Yunes, líder do Mercado Livre no Brasil, a medida foi pensada como forma de aliviar o impacto ambiental derivado do crescimento do comércio eletrônico e a expansão das soluções logísticas da companhia.

A sede da empresa no Brasil, em Osasco (SP), tem mais de 1.800 painéis solares que abastecem 20% do consumo. Os 80% restantes são abastecidos por outras energias renováveis.

Paralelamente, está em curso a migração de três centros de distribuição no Brasil e dois no México para o abastecimento de 100% com energias renováveis, a ser concluída em 2021. O projeto inclui também operações na Argentina, Chile e Colômbia.

Acompanhe tudo sobre:Carros elétricosMercado Livre

Mais de Negócios

Justiça aprova plano de recuperação extrajudicial da Casas Bahia

De pequena lanchonete à franquia bilionária: o que o sucesso do McDonald’s ensina aos empreendedores

Desenrola Pequenos Negócios renegocia R$ 1,25 bilhão até 12 de junho

Executivos veem a inteligência artificial como um “divisor de águas”

Mais na Exame