Martins dá aulas para novatos e experientes

Com o Martins, Cury aprendeu a fazer pesquisa de mercado e a planejar a arquitetura de sua empresa.

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 9 de outubro de 2008 às 09h25.

Última atualização em 6 de março de 2018 às 12h20.

Além de dar aulas para quem já está acostumado com o dia-a-dia do negócio, a Universidade Martins do Varejo (UMV) dá lições a novos empreendedores. É o caso do mineiro Ricardo Cury, proprietário do supermercado Madonna, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Em março de 2003, ele ficou sabendo da existência da UMV e procurou orientações do grupo para abrir seu negócio. "Desde a escolha do terreno até o plano de inauguração contei com o apoio e as dicas da UMV", diz Cury. "O supermercado Madonna é totalmente desenvolvido pela Universidade."

Com o Martins, Cury aprendeu a fazer pesquisa de mercado e a planejar a arquitetura de sua empresa. A construção levou nove meses e o supermercado Madonna foi inaugurado em maio deste ano. "Em seis meses, atingimos um faturamento que era previsto para um ano", diz Cury. "Hoje, qualquer dúvida que eu tenho, recorro aos cursos do Martins."

Quem já tem anos de experiência e conta com uma boa estrutura também anda procurando a ajuda do grupo. Há quinze anos, o goiano Mario Habka, montou uma pequena mercearia em Brasília. Desde então, ele abriu mais cinco lojas, tem 380 funcionários e seu negócio sempre deu bons resultados. Apesar do profissionalismo, Habka também ouviu falar do trabalho da UMV e ficou interessado em levar os conselhos para suas lojas. Há poucas semanas, ele começou a participar do curso e já conta com um plano de ações. "Estou tentando centralizar o negócio", diz Habka, que aprendeu também a estudar o concorrente, reduzir o mix de produtos, diminuir o estoque e elaborar estratégias de marketing nas lojas.

Acompanhe tudo sobre:[]

Mais de Negócios

Cartão de crédito consignado: o que é, como funciona e quem pode contratar

O coworking que eles criaram na garagem de casa supera a pandemia, faz R$ 10 milhões e vai expandir

Grupo J&F anuncia investimento de R$ 25 bilhões e criação de 10 mil empregos no Brasil

Desenrola para empresas: veja perguntas e respostas sobre os novos programas para MEIs

Mais na Exame