Acompanhe:
seloNegócios

Marcus Marques vende participação minoritária no Grupo Acelerador por R$ 45 milhões

Participação de acionistas do grupo foi adquirida em rodada composta por 30 empresários; holding teve lucro operacional de 60 milhões de reais e cresceu receita em 62% em 2023

Modo escuro

Continua após a publicidade
Marcus e Aline Marques, da holding G.A. Educação: venda de participação da empresa para empresários que fazem parte da confraria Giants (Divulgação/Divulgação)

Marcus e Aline Marques, da holding G.A. Educação: venda de participação da empresa para empresários que fazem parte da confraria Giants (Divulgação/Divulgação)

Um dos empreendedores mais famosos do Brasil justamente por trabalhar o tema da gestão de negócios junto a outros empreendedores, Marcus Marques acaba de vender uma participação minoritária da holding G.A. Educação, detentora do Grupo Acelerador, pelo valor de 45 milhões de reais.

Os novos sócios de Marques na empreitada são 30 empresários membros do Giants, um braço do grupo responsável por um programa de desenvolvimento empresarial individualizado.

As ações vendidas eram do próprio Marques, além de Aline Marques, esposa de Marcus, e do sócio Eugenio Pachelle.

Trata-se de uma captação secundária de característica cash out, direcionada aos acionistas e não ao caixa da empresa.

Fundada em 2020, a holding liderada por Marques saiu de um faturamento de 4 milhões de reais no primeiro ano de operação para um resultado de 125,9 milhões de reais em 2023.

O recurso não será utilizado na holding e Marcus, Aline e Eugenio seguem acionistas.

"A companhia é geradora de caixa e possui capital suficiente para expansão", diz Marques, que ressalta o fato de a companhia ter expandido a receita em 62% no ano passado e conseguido um EBITDA de 60 milhões de reais.

"Com novos sócios, estamos ainda mais firmes rumo ao nosso objetivo de impulsionar os empresários e empresárias brasileiras, isso resultará na visão de alcançar 1 bilhão de reais de valuation."

O processo de M&A recebeu suporte da XR Advisor.

Em 2022, o valuation do grupo foi estimado em 150 milhões de reais.

Na ocasião, o grupo recebeu investimento de Eugenio Pachelle, CEO e fundador da Eduzz, empresa de infoprodutos e produtores de conteúdo na internet.

Agora, a novidade é que os próprios membros do Giants viraram investidores da companhia.

Participam da comunidade de empresários Giants mais de 550 membros, que faturam mais de 7,5 bilhões de reais por ano e empregam mais de 10.000 pessoas. A comunidade é um espécie de confraria que estimula o auxílio e negócios entre os empresários.

O que faz o Grupo Acelerador

O Grupo Acelerador é uma holding com participação societárias nas seguintes empresas:

  • Grupo Acelerador Educação, um braço de cursos de formação e imersões em gestão para empresários e gestores das empresas.
  • Giants Desenvolvimento Empresarial, uma empresa que entrega um programa de desenvolvimento empresarial que contém mentorias, treinamentos e acompanhamento individualizado das empresas.
  • Nectar CRM, um software SAAS de gestão de vendasBuyCo, de consultoria para fusões e aquisições de pequenas e médias empresas.
  • KLP, uma consultoria para plano de saúde e benefícios para as empresas
  • Fidelizi, um software de fidelização para empresas no varejoStanley Holding, uma rede de clínicas de transplantes capilares e de cursos na área de medicina 
  • Acelerador Racing, uma empresa de experiências no automobilismo que tem pilotos na Porsche Cup
  • Em sociedade com a Bossa Nova, existe um braço de investimentos em start ups: o Pool Giants, já foram feitos investimentos em mais de 10 start ups, são elas: HubLocal, Calcme, Beon, Noby, Mais Controle, Levilo, Fidelizi, Wifeed, Pedbot, Keeps, Noby

Quem é Marcus Marques

Marques vem de uma família de empreendedores. Nascido em Doverlândia, município a 400 quilômetros a oeste de Goiânia, Marques é filho do administrador José Roberto Marques, um dos pioneiros no Brasil do coaching.

Em 2005, aos 17 anos, Marcus foi emancipado pela família para abrir o primeiro CNPJ no seu nome com o pai porque o nome da família estava sujo na ocasião.

De lá até 2019, Marcus foi sócio do pai no Instituto Brasileiro do Coaching, um dos principais do país em cursos e mentorias dedicados ao tema.

Há quatro anos, ele abriu mão da sociedade com o pai, mesmo com um pro labore de 150.000 reais por mês e 3 milhões de reais em distribuição de lucros.

No ano seguinte, e já em meio à pandemia, ele começou o Grupo Acelerador em sociedade com a esposa Aline Marques e com uma única funcionária.

Do embrião até agora, o crescimento foi exponencial. De 4 milhões de reais em 2020, as receitas aumentaram para 30 milhões no ano seguinte. Em 2022, as receitas cresceram para 76 milhões de reais.

Por dois anos consecutivos, o Grupo Acelerador foi destaque no ranking Negócios em Expansão, ranking da EXAME para as empresas emergentes com as maiores taxas de crescimento no no Brasil. 

De lá para cá, Marques virou uma referência na internet brasileira no tema empreendedorismo. Só no Instagram ele tem ao redor de 1,5 milhão de seguidores.

acelerador-empresarial

Encontro do Giants: comunidade com mais de 550 membros, que faturam mais de 7,5 bilhões de reais por ano e empregam mais de 10.000 pessoas

Empresa faz parte do ranking Negócios em Expansão 2023

O Grupo Acelerador foi um um dos finalistas do ranking EXAME Negócios em Expansão 2023, levantamento da EXAME e do BTG Pactual (do mesmo grupo de controle da EXAME), com suporte técnico da PwC Brasil.

A empresa ficou na 9ª colocação na categoria de 30 a 150 milhões de reais, com um crescimento de receita líquida de 266%. Em 2021, a receita líquida foi de R$ 16,7 milhões. Em 2022, subiu para R$ 61,3 milhões.

Quer ser informado quando começarem as inscrições para o ranking em 2024? Clique aqui e deixe seus contatos

O ranking é uma forma de reconhecer os negócios e celebrar o empreendedorismo no país. Com gestões eficientes, análise de oportunidade, novas estratégias e um bom jogo de cintura, os executivos no comando desses negócios conseguiram avançar no mercado.

Em 2023, a lista trouxe 335 empresas de 22 estados, representantes das cinco regiões do país. Em relação ao ano anterior, o número de selecionadas representa aumento de 63%.

Veja os resultados:

Créditos

Últimas Notícias

Ver mais
Faturamento de franquias registra crescimento de 13,8% em 2023
seloNegócios

Faturamento de franquias registra crescimento de 13,8% em 2023

Há 10 horas

"De torneio de tênis à Fashion Week": empresa tenta de tudo para ocupar terreno em NY
seloNegócios

"De torneio de tênis à Fashion Week": empresa tenta de tudo para ocupar terreno em NY

Há um dia

Um negócio de R$ 1,7 milhão: como essa empresa de cacau ajuda na recuperação de áreas degradadas
seloNegócios

Um negócio de R$ 1,7 milhão: como essa empresa de cacau ajuda na recuperação de áreas degradadas

Há um dia

Fido Dido, Fiorucci, Pakalolo: como estão as marcas de roupas que bombavam nos anos 1990
seloNegócios

Fido Dido, Fiorucci, Pakalolo: como estão as marcas de roupas que bombavam nos anos 1990

Há um dia

Continua após a publicidade
icon

Branded contents

Ver mais

Conteúdos de marca produzidos pelo time de EXAME Solutions

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

Leia mais