Manguinhos analisa medidas judiciais contra desapropriação

Refinaria gera 1.000 empregos diretos e tem previsão de faturamento de R$ 2 bilhões em 2012

	Refinaria Manguinhos
 (Divulgação)
Refinaria Manguinhos (Divulgação)
F
Felipe FrischPublicado em 17/10/2012 às 10:12.

São Paulo - Efeitos para a empresa são “absolutamente brutais”, já que imóvel concentra todas as atividades fim da companhia, disse Manguinhos em comunicado ao mercado.

Companhia analisa medidas judiciais contra “esse ato do príncipe” junto a seus assessores jurídicos e financeiros.

Refinaria gera 1.000 empregos diretos e tem previsão de faturamento de R$ 2 bilhões este ano, disse a empresa.