Negócios

Lenovo tem alta no lucro e na receita no segundo tri fiscal

Durante o trimestre fiscal, o abastecimento de smartphones no mercado aumentou 38%, enquanto o de tablets mostrou expansão de 31%

EXAME.com (EXAME.com)

EXAME.com (EXAME.com)

DR

Da Redação

Publicado em 6 de novembro de 2014 às 17h26.

São Paulo - A Lenovo fechou o segundo trimestre do ano fiscal de 2014-2015, encerrado em 30 de setembro, com alta de 27% no lucro líquido, que saltou de US$214 milhões, no mesmo período do exercício fiscal anterior, para US$ 272 milhões.

Na mesma base de comparação, a receita da fabricante chinesa de PCs contabilizou US$ 10,5 bilhões, cifra 7% superior aos US$ 9,7 bilhões obtidos um ano antes.

Durante o trimestre fiscal, o abastecimento de smartphones no mercado aumentou 38%, enquanto o de tablets mostrou expansão de 31%, totalizando 3 milhões de equipamentos vendidos.

Na quebra da receita por região, a China respondeu por 36% da receita total da companhia no período, somando US$ 3,8 bilhões, queda de 2% em relação à obtida um ano antes.

A região que engloba Europa, Oriente Médio e África (EMEA) arrecadou 29% da receita da fabricante, totalizando US$ 3 bilhões, alta de 33% na mesma comparação.

Já a região das Américas permaneceu estável, em US$ 2,1 bilhões, e foi responsável por 20% do faturamento, enquanto a Ásia-Pacífico totalizou US$ 1,6 bilhão, alta de 3% e responsável por 15% do total.

A companhia chinesa ainda não contabilizou a incorporação da Motorola Mobility em seus negócios.

Acompanhe tudo sobre:Empresas chinesasempresas-de-tecnologiagestao-de-negociosIndústria eletroeletrônicaLenovoLucroResultadoSmartphonesTabletsTeletime

Mais de Negócios

Sentimentos em dados: como a IA pode ajudar a entender e atender clientes?

Como formar líderes orientados ao propósito

Em Nova York, um musical que já faturou R$ 1 bilhão é a chave para retomada da Broadway

Empreendedor produz 2,5 mil garrafas de vinho por ano na cidade

Mais na Exame