Latam recebe aporte de R$ 7 bilhões apesar de recuperação judicial

A proposta de aporte ainda precisa ser aprovada pelo tribunal de Nova York, nos EUA

A Latam Brasil entrou no último mês no pacote de recuperação judicial do grupo americano Latam Airlines, que já vem sofrendo com o processo desde maio.

O setor aéreo é um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus. Mundo afora a demanda por voos caiu mais de 90% com a covid-19.

Na quinta-feira, 9, em comunicado oficial, a Latam afirmou que recebeu o aporte de 1,3 bilhão de dólares (quase 7 bilhões de reais na cotação atual) de um fundo de investimento liderado pela companhia americana Oaktree Capital Management L.P.

O empréstimo, feito no modelo devedor em posse debtor-in-possession (ou DIP, na sigla em inglês), permite que os credores tenham prioridade na quitação de dívidas enquanto um grupo estiver em recuperação judicial. A proposta de aporte ainda precisa ser aprovada pelo tribunal de Nova York, nos Estados Unidos. O documento aponta que isso deverá acontecer “nos próximos dias”, mas não informa uma data exata.

No final de junho, a Latam já havia recebido um aporte de quase 5 bilhões de reais das famílias Cueto e Amaro e da Qatar Airlines, acionistas da empresa.

Mas a situação não está ruim somente para a Latam. Em 6 de julho, a Avianca Brasil, que também estava em recuperação judicial, mas desde 2018, entrou com um pedido de falência, com uma dívida de 2,7 bilhões de reais.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Deseja assinar e ter acesso ilimitado?

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.