Latam recebe aporte de R$ 7 bilhões apesar de recuperação judicial

A proposta de aporte ainda precisa ser aprovada pelo tribunal de Nova York, nos EUA
Latam: (John Milner/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)
Latam: (John Milner/SOPA Images/LightRocket/Getty Images)
Por Tamires VitorioPublicado em 10/07/2020 18:42 | Última atualização em 10/07/2020 19:56Tempo de Leitura: 2 min de leitura

A Latam Brasil entrou no último mês no pacote de recuperação judicial do grupo americano Latam Airlines, que já vem sofrendo com o processo desde maio.

O setor aéreo é um dos mais afetados pela pandemia do novo coronavírus. Mundo afora a demanda por voos caiu mais de 90% com a covid-19.

Na quinta-feira, 9, em comunicado oficial, a Latam afirmou que recebeu o aporte de 1,3 bilhão de dólares (quase 7 bilhões de reais na cotação atual) de um fundo de investimento liderado pela companhia americana Oaktree Capital Management L.P.

O empréstimo, feito no modelo devedor em posse debtor-in-possession (ou DIP, na sigla em inglês), permite que os credores tenham prioridade na quitação de dívidas enquanto um grupo estiver em recuperação judicial. A proposta de aporte ainda precisa ser aprovada pelo tribunal de Nova York, nos Estados Unidos. O documento aponta que isso deverá acontecer "nos próximos dias", mas não informa uma data exata.

No final de junho, a Latam já havia recebido um aporte de quase 5 bilhões de reais das famílias Cueto e Amaro e da Qatar Airlines, acionistas da empresa.

Mas a situação não está ruim somente para a Latam. Em 6 de julho, a Avianca Brasil, que também estava em recuperação judicial, mas desde 2018, entrou com um pedido de falência, com uma dívida de 2,7 bilhões de reais.