Negócios

Honda faz recall de 2,1mi veículos no mundo por risco de incêndio

Chris Martin, porta-voz da montadora japonesa, disse que o recall incluiria 1,15 milhões de unidades do Honda Accord produzidos entre 2013 e 2016

Honda: montadora disse que recebeu quatro relatos de incêndios do compartimento do motor nos EUA e pelo menos um no Canadá (Wikimedia Commons/Wikimedia Commons)

Honda: montadora disse que recebeu quatro relatos de incêndios do compartimento do motor nos EUA e pelo menos um no Canadá (Wikimedia Commons/Wikimedia Commons)

R

Reuters

Publicado em 14 de julho de 2017 às 14h21.

Washington - A Honda disse nesta sexta-feira que faria recall de cerca de 2,1 milhões de veículos pelo mundo para substituir o sensor de bateria devido a riscos de incêndio.

Chris Martin, porta-voz da montadora japonesa, disse que o recall incluiria 1,15 milhões de unidades do Honda Accord produzidos entre 2013 e 2016, nos Estados Unidos, e quase 1 milhão em outras localidades, para trocar um sensor de bateria de 12 volts.

A empresa disse que recebeu quatro relatos de incêndios do compartimento do motor nos EUA e pelo menos um no Canadá, em regiões que usam quantidades significativas de sal nas estradas durante o inverno. Não houveram lesões relatadas.

A montadora ainda recebeu 3.972 reivindicações de garantia relacionadas com a falha.

Os sensores de bateria podem não estar suficientemente vedados contra umidade, disse a Honda. Com o tempo, a umidade pode impregnar o sensor com sal das rodovias ou outros materiais, causando ferrugem e eventual curto-circuito do sensor.

Acompanhe tudo sobre:CarrosHondaHonda AccordMontadorasRecall

Mais de Negócios

Aquisições a caminho: Celcoin capta R$ 650 milhões para buscar oportunidades de M&As

Cimed avança na compra da Jequiti — e quer 100% da empresa de cosméticos

Essa empresa vende em até 10 vezes sem juros artigos de luxos – que podem render mais do que ações

Grupo de certificados digitais de MG compra empresa, faz fusão e passa a valer R$ 300 milhões

Mais na Exame