A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Honda encerrará produção do Civic no Brasil em novembro

Um dos motivos para o fim da produção nacional do Civic é o sucesso dos SUVs no país e a queda das vendas em comparação com outros modelos da mesma categoria

O carro Honda Civic deixará de ser produzido no Brasil a partir do mês de novembro, após 24 anos desde a instalação da fábrica no município de Sumaré, em São Paulo. Segundo o site Autos Segredos, o encerramento da produção no país já foi comunicado pela montadora japonesa a fornecedores. 

Um dos motivos para o fim da produção nacional do Civic é o sucesso dos SUVs e a queda das vendas em comparação com outros modelos da mesma categoria. Conforme o jornal do Carro, o Civic vendeu 14 mil unidades entre janeiro e setembro deste ano, enquanto o seu rival, o Toyota Corolla, vendeu 30,5 mil unidades no mesmo período. 

Fabricado no país desde 1997, a nova versão do sedã médio deverá ser importada dos Estados Unidos ou México no 1º semestre de 2022. No momento, o modelo está na 10ª geração, sendo vendido nas versões LX, Sport, EX e EXL com motor 2.0 Flex One ligado ao câmbio CVT, ou na Touring, que tem motor 1.5 Turbo a gasolina. Os preços variam entre 121 mil reais e 164 mil reais. 

A Honda está desde 2019 em processo de unificação de produção de automóveis da unidade de Sumaré para a de Itirapina. A promessa é que o processo seja concluído até dezembro Inaugurada em março de 2019, depois de ficar fechada por três anos, a fábrica já produz os modelos WRV, HRT e parte do Fit. Ainda faltam transferir a produção do City e parte do Fit. Na última quinta-feira, a montadora decidiu abrir um programa de demissão voluntária (PDV) nas fábricas de Sumaré e Itirapina, ambas no interior de São Paulo. Juntas elas empregam cerca de 3 mil funcionários.

Procurada pela EXAME, a Honda não respondeu até a publicação desta matéria.

  • Quais são as tendências entre as maiores empresas do Brasil e do mundo? Assine a EXAME e saiba mais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também